Editorial

Barroso, o vaidoso

Quando teve início o julgamento do mensalão pelo STF (Supremo Tribunal Federal) – a ação Penal 470 – que a mídia tratou como “mensalão do PT”, em agosto de 2012, não se imaginava que o Poder Judiciário iria se valer justamente da mídia, para escalar seus integrantes à condição de estrelas. Joaquim Barbosa foi a primeira delas e, de lá para cá, não parou mais. Barbosa se tornou um protagonista de h...

Planejar é preciso

Os problemas envolvendo a mobilidade urbana, em Limeira, é uma ferida antiga das administrações municipais dos últimos 20 anos. E uma deficiência ainda notada na atual administração. Não há dúvida que falta planejamento e estudos para desenvolver melhor essa característica, em especial nos principais corredores de tráfego do município, que é carente de avenidas nas áreas centrais, por falta também...

Uma resposta clara

A terceira matéria publicada pela Tribuna de Limeira em sua edição, a 327, do último final de semana, é uma prova cabal de que a chamada “internação compulsória”, ou seja, à revelia do próprio doente, de moradores em situação de rua não funciona. Trata-se do retorno dessa população à Praça General Salgado, que em outras duas oportunidades – em junho de 2020 e janeiro de 2021 – abordaram o tema, po...

Eleições e boquirrotos

A pouco menos de seis meses das eleições gerais deste ano – primeiro turno acontece no dia 2 de outubro – a campanha eleitoral ainda nem está oficializada, inclusive não houve nenhuma convenção partidária, e o clima esquentou entre o candidato petista, Luis Inácio Lula da Silva, o Lula, e seus adversários, em especial os bolsonaristas mais à direita e idólatras do presidente Jair Bolsonaro (PL) ne...

Grito de desespero

Quando o calo aperta, Bolsonaro grita de dor. Dor que pode facilmente ser confundida com ameaças à democracia e aos direitos individuais. Esse mantra é repetido sempre pelo presidente da República, quando percebe que está em baixa e que o risco de não se reeleger aumenta. No pós-reeleição, seria o primeiro mandatário do Planalto que não se reelegeria, conforme apontam as pesquisas semanais de opin...

Usar ou não usar?

Não é e nunca deveria ser uma questão. E nem deveria ser lei, mas uma opção consciente do cidadão em torno de sua própria vida e da vida do seu semelhante. Trata-se do uso da máscara de proteção facial, que há dois anos se tornou parte da vestimenta do brasileiro e da maioria dos habitantes do Planeta. Isso em decorrência a uma pandemia, a primeira do Século XXI – pois estamos sim, sujeitos a outr...

Via de mão dupla

A campanha política à Presidência da República se desenha cada vez mais para levar apenas dois candidatos ao embate até o dia 2 de outubro, quando acontece o primeiro turno das eleições quase gerais deste ano, que vai escolher, ainda, deputados estaduais, distritais, federais, senadores e governadores. Mais que uma simples disputa, 2022 se transformou num cenário de quase deserto para uma possível...

Estamos no Século XXI?

O vereador pastor Nilton Santos (Republicanos) quer atrelar verbas oficiais (publicidade institucional de órgãos públicos) a elogios da imprensa. Ou seja, quer censurar quem critica, por que entende ele que, quem recebe verbas governamentais não pode se expressar livremente. Pelo menos foi o que deixou claro na sessão da segunda-feira, 7, quando fez requerimento para saber quanto se gasta com emis...

O atraso do atraso

Durante a campanha eleitoral, em 2018, o então candidato a presidente da República, o capitão reformado do Exército, Jair Bolsonaro, afirmou com todas as letras que pretendia levar o Brasil a 50 anos atrás, ou seja, 1968, ano de maior recrudescimento da ditadura militar. Não conseguiu do ponto de vista prático, mas chegou perto e poderia ter chegado mais longe, caso não tivesse sido barrado pelo P...

Agora, a guerra quente

A guerra fria, como ficou conhecida, iniciada em 1947 e que durou até a dissolução da antiga URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas), em 1991. Um período de tensão geopolítica entre a própria União Soviética e os EUA (Estados Unidos da América) e seus respectivos aliados, o Bloco Oriental e o Bloco Ocidental, após a Segunda Guerra Mundial. Uma disputa de poder militar e também de propag...

Ditadura no pomar

O município de Limeira vive uma ditadura disfarçada. Sem prisões, torturas, mortes, mas com muita falta de sensibilidade política dos dois poderes municipais. Falta de empatia, mesmo, quando aproveita um momento de descuido e faz aprovar um projeto de lei, que pode trazer a cobrança de uma nova taxa embutida. A chamada “taxa do lixo”, mais um imposto a penalizar o combalido – financeiramente – con...

Maldade proposital

Parece proposital. Mas a falta de empatia do presidente Jair Bolsonaro (PL) com o sofrimento dos brasileiros mortos pela Covid-19 não tem tamanho. A cada número expressivo que se avizinha e é divulgado, ele promove um festejo, para lustrar o próprio ego e mostrar sua verdadeira cara. Que reúne numa só, despreparo, desprezo, insensibilidade e, para finalizar, arrogância. Arrogância de quem precisa ...

Sign In

Lost Password