QUINTO MÊS CONSECUTIVO: Saldo de empregos anima empresariado

QUINTO MÊS CONSECUTIVO: Saldo de empregos anima empresariado

Ciesp e Acil apontam retomada pelos números positivos, embora o desemprego ainda esteja bastante alto

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

Empresários e políticos comemoram os resultados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), que apontou Limeira com saldo positivo na geração de empregos de 789 postos de trabalho criados no mês de maio. Este é, de acordo com o prefeito Mario Botion (PSD), o quinto mês consecutivo que o município tem superávit entre as admissões e demissões, ou seja, de empregos com carteira assinada. “Esse é o quinto mês consecutivo que Limeira registra esse saldo positivo, resultado do potencial e da estrutura do nosso município na geração de empregos”, comemorou Botion.
E não foi só ele quem aplaudiu os resultados. A Tribuna de Limeira, de posse dos dados do Caged, procurou o diretor-titular do Ciesp Limeira, Renato Laranjeira, e o presidente da Acil, José Mário Bozza Gazzetta, quem também compartilharam dos resultados apresentados. De acordo com Laranjeira, os dados do Caged do mês de maio são positivos e mostram uma retomada depois desse período de dois anos de pandemia. “Aos poucos a economia vem ganhando força novamente e podemos observar que são vários os setores que estão tendo essa recuperação, tanto na indústria como no comércio, devido à diversificação da economia que é bem diversificada e isso é bom para o município”, disse o diretor do Ciesp.
Já o presidente da Acil, José Mário Bozza Gazzetta, o saldo do Caged positivo é muito importante para a economia e os cinco meses consecutivos mostram que existe um desempenho melhor desses segmentos durante esses meses. “Poderia estar melhor se a economia não tivesse tantos altos e baixos, tantas incertezas, como vem apresentando no decorrer dos meses”, lembrou Gazzetta. Foram 789 postos de trabalho criados no mês, no total o município teve 4.185 admissões contra 3.396 demissões. E, de acordo com o Caged, todos os setores tiveram saldos positivos no período. O destaque, entretanto, ficou para o setor de serviços, com 315 novas vagas; a indústria teve saldo de 265 vagas; comércio, 100, construção, 88, e, agricultura, de 21 novos postos.

NA REGIÃO

Os números positivos de Limeira também superaram os da região. Americana teve saldo de 769 vagas, Piracicaba, 751, Rio Claro, 704, Santa Bárbara, 501, e, Araras, 270 vagas. O secretário de Desenvolvimento, Turismo e Inovação, Tito Almirall, tem a mesma opinião de Laranjeira, a diversificação da economia limeirense, como uma das principais causas desse êxito. “Limeira conta com um grande número de empresas em diversos segmentos e que sempre se destacam na geração de empregos e isso fica evidente no crescimento de vagas ao longo de todo este ano”, avaliou Almirall.
O diretor do Ciesp comenta, também, que mesmo com aumento de custos e inflação, o Brasil tem se destacado e Limeira está acompanhando toda essa retomada. “Este é o quinto mês consecutivo que Limeira registra saldo positivo, mostrando que o município vem acompanhando os dados do país e a retomada, o que é muito importante para nossa cidade, pois promove uma melhora socioeconômica fundamental para o crescimento econômico”, finalizou Laranjeira.
Para Gazzetta, os dados mostram certa estabilidade, lembrando-se dos reflexos do aumento de preços em 2020 e 2021, onde o poder aquisitivo caiu muito, o que reflete diretamente no emprego. “Se não tem consumidor, não tem produção, não tem obra, Não tem nada”, falou. O presidente da Acil citou que a especialização das empresas e, em muitos casos a baixa capacitação profissional também reflete nas demissões. “Esperamos que em 2022 consigamos achar um meio termo, uma acomodação, e voltar crescer, a produzir e ter aqueles anos bons que tivemos no passado”, concluiu Gazzetta.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*