PRIMEIRO EM LIMEIRA: Centro empresarial ganha relógio de sol

PRIMEIRO EM LIMEIRA: Centro empresarial ganha relógio de sol

Concepção do arquiteto e urbanista Ronei Martins, monumento foi feito exclusivamente para aquele local

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

Limeira ganha o primeiro relógio de sol que se tem conhecimento na história do município, criado e planejado com exclusividade para o Centro Empresarial Neopus, sob a concepção do arquiteto e urbanista Ronei Costa Martins. Ele está situado na latitude 22º33’52” Sul, e longitude 47º24’17” Oeste. “Além de medir as horas do dia, indicará também as estações do ano”, contou Ronei à Tribuna de Limeira. De acordo com ele, os três pontos no eixo Norte-Sul indicarão os dois solstícios (inverno e verão) e os dois equinócios (primavera e outono). “O ponto mais ao sul indicará o solstício de inverno e o ponto mais ao norte indicará o solstício de verão e, o ponto central, os dois equinócios”, falou.
Segundo o arquiteto, a ideia é que o relógio de sol seja um instrumento dedicado à visitação pública, atraindo estudantes, professores e demais interessados em astronomia, geografia, arquitetura e cálculos de geometria solar. E seu objetivo é, de acordo com ele, ser um monumento em exaltação à história da humanidade, que, já há cinco milênios possuía tecnologia extremamente avançada capaz de mensurar a trajetória dos astros e assim organizar sua vida cotidiana. “E a partir desta homenagem introduzir as pessoas na arte da observação do Sol, de sua trajetória e de como ele interfere em nossas vidas”, lembrou. Ele está localizado no jardim externo do Centro Empresarial Neopus, na Avenida Guilherme Dibbern, 3003.

HISTÓRIA
Ronei Martins conta, numa placa de inox, a história dos relógios solares e que o mais antigo foi construído pela civilização egípcia há 5.500 anos e cumpria a função de orientar as pessoas com relação as horas do dia, mas também podia mensurar as estações do ano, sendo um instrumento útil para a definição das épocas de plantios e colheitas. “A bíblia cristã relata a existência de um relógio solar por volta do ano 700 a/C. O relógio de Acaz é mencionado no livro de Isaias (38:8) e no livro II-Reis (20:9-11)”, comentou o arquiteto.
Hoje, de acordo com ele, se sabe que aa órbita da Terra em torno do sol é uma elipse e que sua velocidade angular não é constante, o que provoca um fluxo variável na contagem do tempo real e, ao longo do ano esta defasagem entre o Tempo Solar Verdadeiro e o Tempo Solar Médio é de cerca de ¼ de hora. “Por esta razão, para se encontrar o Tempo Legal (medido pelos relógios contemporâneos), é necessário aplicar a Equação do Tempo às leituras obtidas por meio do sol”, finalizou Ronei.
E para completar essa história inédita, em Limeira, quem fala é o empresário “desejo de oferecer à cidade um presente, um monumento em exaltação à história da humanidade, que, já há cinco milênios possuía tecnologia extremamente avançada, capaz de mensurar a trajetória dos astros e assim organizar sua vida cotidiana”. E conclui: “a partir desta homenagem, deste monumento, queremos introduzir as pessoas na arte da observação do Sol, de sua trajetória e de como ele interfere em nossas vidas e, em especial, convidar todos os interessados a visitar o nosso relógio solar, aqui no Centro Empresarial Neopus”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*