Fora de Expediente

Fora de Expediente

Antonio Claudio Bontorim
Redação
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

Lapso de coragem
Pela primeira vez, na história da Câmara, os vereadores conseguiram ter uma discussão racional e um debate inteligente. Fizeram o que deve ser feito, atendendo aos anseios da população em questões básicas. Pelo menos na primeira parte da sessão.

Não se deve elogiar
Mas como tudo que é bom dura pouco… Na discussão dos projetos da pauta foi um verdadeiro show de horror, intolerância, preconceito, ódio, transfobia, nunca antes visto na Câmara.

Ranço conservador
… voltaram à mesquinharia de sempre, ao rejeitarem o projeto da vereadora Isabelly Carvalho (PT), que pedia afixação de cartazes, orientando sobre o crime de discriminação sexual e de gênero, em repartições públicas e privadas, em respeito à Lei Nº 10.948/2001.

Involução humana
Aliás, poucos, ou quase ninguém ali no Parlamento Municipal escapa dessa implicância, quando o assunto é debate sobre identidade de gênero ou discriminação por opção sexual.

Homofobia latente
É como se fossem assexuados. Ou criminoso debater o assunto. Mesmo por que não dá para esperar muito dessa grosseria religiosa que paira sobre a Câmara.

Não aprendem…
A discriminação é nociva em todos os segmentos da sociedade. Discriminam e gritam amalucados, quando se sentem discriminados. Charles Darwin precisa reencarnar e mostrar que a espécie está evoluindo. E contra isso não há nada que possam fazer.

Domínio do medo
A crença e a fé, quando exercidas de forma fundamentalista, não buscam a redenção da raça humana, mas a subjugação pelo pavor. É o que os religiosos fazem. Apenas isso!

Legislação estadual
Para quem se interessar em conhecer a lei citada pela vereadora Isabelly, na justificativa de seu projeto, basta acessar o link https://www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/lei/2001/lei-10948-05.11.2001.html.

Passou do ponto
O projeto da vereadora Isabelly continha um erro, ou vício de origem. Ela, porém, pediu para adiar, mas a intolerância e o ódio de alguns não permitiram. Com o voto de minerva nas mãos, o presidente da Casa, Lemão da Jeová Rafá (PSC) rejeitou o pedido de adiamento por duas sessões, para correção. Era possível ver o ódio em seu voto.

Senhor chiliquento
Engraçado, mesmo, foi o chilique do vereador Anderson Pereira (PSDB). Aos gritos ele mostrou que não tem nenhum respeito pelo ser humano. E se diz cristão.

Turnê pelas obras
O prefeito Mario Botion (PSD) deu início a uma agenda positiva de obras no pós-viaduto da Barroca Funda. Já são três novas anunciadas.

A viuvez em vida
Já que política é o tema do momento, sempre dá para pensar que o Brasil vive por três grupos distintos: petistas, bolsonaristas e as viúvas de Aécio Neves.

Enquadrando …
… os grupos. Então, pergunta-se, em qual deles você se enquadra?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*