BLACK FRIDAY: Seriedade da empresa deve ser checada

BLACK FRIDAY: Seriedade da empresa deve ser checada

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

O consumidor está ansioso para que chegue a sexta-feira, 26. Mais uma Black Friday está a caminho e, com ela, o sonho de adquirir produtos de qualidade a preços promocionais e convidativos pode, sim, se transformar num pesadelo. É preciso cuidado e, o primeiro deles, é se certificar que o site escolhido para compra é um site sério e seguro, de acordo com a coordenadora do Procon de Limeira, Mara Isa Mattos Silveira, que falou à Tribuna de Limeira, sobre a data. De acordo com Mara Isa, realizar uma consulta sobre a empresa no site do Procon nos links ‘Evite esses sites’ e ‘Ranking de Empresas Reclamadas’ se torna fundamental, para que o consumidor não caia em golpes. “Consultar o site ‘Reclame aqui’ também é uma boa opção”, afirmou. Essa discussão é recorrente, mas é importante seguir as recomendações.
Sem uma cartilha específica para tratar do tema, entretanto, o Procon divulga, diariamente, informações como essas no Facebook do Procon de Limeira, bastando para isso acessar @procon.limeirasp. E as recomendações para não cair em golpes faz parte do trabalho da instituição, lembrou Mara Isa. A coordenadora do serviço no município, alertou que o consumidor deve usar, sempre, um equipamento de sua confiança para realizar a compra, tablet, celular ou computador. “E antes da compra, identificar o fornecedor, fabricante ou importador, em sua razão social, CNPJ, endereço e telefone e pesquise a sua reputação nos mais diversos sites de consulta disponíveis na internet, como citamos acima é de importância capital”, enfatizou.
Outra recomendação, de acordo com ela, é não use atalhos para chegar à página da loja escolhida, o próprio consumidor deve digitar o URL, endereço eletrônico, além de escolher sites que tenham plataformas de pagamento seguras e, se usar o cartão de crédito, use o formato de cartão on-line disponibilizado pelos bancos. “E se a opção de pagamento for boleto, antes do pagamento confira o nome do beneficiário e seu CNPJ, pois sites confiáveis não enviam boletos cujo beneficiário seja uma pessoa física”, alertou. E, principalmente, desconfiar da procedência do produto e do site, quando o preço final do produto for muito abaixo de seu valor de mercado.

RECLAMAÇÕES
Mara Isa explicou, também, que em Limeira, atualmente, lideram as reclamações sobre produtos, porém esses números sofrem variações de acordo com as diversas situações do momento, como por exemplo, a pandemia e aumento de compras pela internet. “O sistema, entretanto, não registra como reclamação relacionada à Black Friday propriamente dita, mas, no período, no ano passado, tivemos um registro de 156 reclamações o que correspondeu um aumento de 30% nesses registros”, comentou. Essas reclamações, de acordo com ela, referem-se às lojas físicas e virtuais. “E no caso de golpes, nesse período, certamente é a não entrega do produto”, comentou a coordenadora do Procon. Por isso todos os cuidados são importantes. “Infelizmente, nos casos de golpes, as empresas não são encontradas e as notificações retornam sem sucesso e é por isso que trabalhamos preventivamente, informando aos consumidores sobre os cuidados básicos na hora de realizar uma compra pela internet, justamente para evitar essa situação”, finalizou Mara Isa Mattos Silveira.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*