PRESTAÇÃO DE CONTAS: Município faz balanço da pandemia

PRESTAÇÃO DE CONTAS: Município faz balanço da pandemia

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

A Prefeitura de Limeira convocou, na quinta-feira, 7, mais uma coletiva de imprensa, para prestação de contas do Programa Retoma Limeira, desta vez na Saúde, para fazer um balanço de 18 meses da pandemia do coronavírus. A Tribuna de Limeira não pode participar do encontro, mas acompanhou ao vivo através do canal da prefeitura no Youtube, que reuniu o prefeito Mario Botion (PSD), o secretário da Saúde, o médico Vitor Santos e o diretor da Vigilância em Saúde, Alexandre Ferrari, que fizeram um balanço geral das ações do município contra a Covid-19.
O prefeito abriu a coletiva, mostrando os resultados dos investimentos e os números de tudo o que foi feito (veja quadro nesta página), descrevendo as atividades, que vinham sendo mostradas pela Tribuna desde o início. Botion citou os valores investidos, o convênio da rede hospitalar para criar a URC (Unidade de Referência Coronavírus), no Hospital Humanitária, passando a descrever as ações em saúde, como nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), reforma na Policlínica entre outras. “Com o arrefecimento na pandemia o objetivo, agora, é zerar, até o fim do ano, a fila de cirurgias eletivas”, lembrou o prefeito.
Já o secretário da Saúde falou do trabalho feito, afirmando que o município nivelou o atendimento SUS pelo alto nível, atendendo a todos com igualdade. Lembrou que a “luz no fim do túnel é a vacinação”, além do avanço das variantes após a contaminação pelo vírus original, o Sars-Cov2. E Alexandre Ferrari mostrou os números do dia da evolução da pandemia, anunciando que Limeira chegava ao menor número de internações, com apenas oito, todas elas na URC. Outras autoridades também participaram do encontro.


Números dos investimentos

Os investimentos, tanto financeiros quanto em equipamentos, foram destaque na coletiva de imprensa. Para a adaptação da URC em uma unidade referência para atendimento de pacientes de Covid-19, foram R$ 1 milhão em obras e outros R$ 1,8 milhão em equipamentos. A unidade que começou com 12 leitos chegou a mais de 100, entre UTI, enfermaria, suporte ventilatório e observação.
Segundo a Secretaria da Saúde, de abril de 2020 a agosto de 2021 o custo total da URC foi de mais de R$ 83 milhões e, nesse período, foram 2.802 internações de pacientes de Limeira e região. Internados na URC representaram 84,1% do total. Já no ARC (Ambulatório Referência de Combate ao Coronavírus), foram 97,5 mil atendimentos realizados.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*