GESTÃO DE ACERVOS: Política Municipal vai fortalecer preservação

GESTÃO DE ACERVOS: Política Municipal vai fortalecer preservação

Redação
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

Limeira já tem uma Política Municipal de Gestão de Acervos Permanentes e Memória. O PL (Projeto de Lei) Nº 176/2021, de autoria do Poder Executivo, foi aprovado na sessão da Câmara da última segunda-feira, 27 e tem por objetivo fortalecer a identidade para preservar o legado da história de Limeira, de acordo com nota distribuída pelo Núcleo de Imprensa da Casa. Para tanto, foram criadas diretrizes para o tratamento dos documentos que registram a história do município, sendo que estão juntos nesse trabalho a Câmara de Vereadores, a Prefeitura, o Museu Major José Levy Sobrinho e o CMU (Centro de Memória da Unicamp).
Segundo a nota, a proposta contempla orientações para todos os acervos de caráter permanente no município, de coleção pública ou privada. “São considerados como parte desse patrimônio todo conteúdo documental, bibliográfico, artístico, fotográfico, científico ou qualquer outro que possua valor histórico-cultural para a cidade ou que seja fonte potencial de pesquisa de interesse local”, destacou a nota. E para o desenvolvimento das ações da Política Municipal de Gestão de Acervos, 11 princípios básicos foram definidos pelo PL, entre os quais, a democratização do conhecimento, educação como processo emancipatório, comprometimento socioambiental e respeito à diversidade étnica e sociocultural.
Já as diretrizes, conforme a nota, abrangem o acesso, empréstimo e reprodução de itens; processamento técnico; conservação e restauro; incorporação; ações educativas; difusão cultural e segurança. A nota explica, ainda, que entre as novidades, uma delas é a criação do Sial (Sistema Integrado de Acervos Limeirenses), um portal para acesso aos documentos dos acervos permanentes da Prefeitura, Câmara e Museu, online e em um só local, o que facilitará e agilizará as pesquisas, criando uma rede integrada de coleções digitais. “Apesar da integração, a autonomia das instituições está mantida sobre seus acervos, sendo cada uma delas responsável pelo abastecimento do portal com as digitalizações dos documentos e as informações sobre eles”, finalizou a nota.
Além disso, um vídeo didático sobre a Política Municipal de Gestão de Acervos Permanentes e Memória foi elaborado por servidores dos núcleos de Imprensa e de Multimeios da Câmara e pode ser acessado pelo Facebook e Twitter do Poder Legislativo. O material também é veiculado nos canais da Câmara no intervalo das sessões ordinárias.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*