ÚLTIMO TRIMESTRE: ‘Perspectivas para 2022 são muito boas’

ÚLTIMO TRIMESTRE: ‘Perspectivas para 2022 são muito boas’

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

O ano de 2021 avança para o seu último trimestre e, com ele, as expectativas em torno da economia e dos segmentos mais afetados pelos últimos 18 meses de pandemia, o comércio e a prestação de serviços. Para o presidente da Acil (Associação Comercial e Industrial de Limeira), o empresário José Mário Bozza Gazzetta, esses últimos três meses do ano devem ser muito bons. “Com a injeção do 13º salário na economia, e mais três datas comemorativas e de boas vendas, os consumidores terão a oportunidade de fazer suas compras e pesquisar os preços em busca da melhor oferta”, afirmou. As datas citadas por Gazzetta são o Dia das Crianças, comemorado em 12 de outubro, a Black-Friday, na última sexta-feira de novembro e o Natal, campeão de todas as vendas no ano.
Segundo o presidente da Acil, este final de ano será com muita expectativa. “A retomada já está acontecendo em vários setores, apesar de termos aumentos constantes nos preços dos produtos, como alimentos, vestuário, entre outros, já há um realinhamento desses preços e uma disponibilidade maior de mercadorias”, comentou. Para ele, com essa maior oferta e a livre concorrência, os produtos devem baixar os preços, sendo mais acessíveis à população de uma maneira geral. Questionado sobre as expectativas para o próximo ano, José Mário disse que 2022 será melhor que 2021, que está sendo melhor que o ano passado.
“Como a vacinação está acelerada e uma expectativa de uma desaceleração da pandemia, a maioria terá como voltar à vida com mais tranquilidade, mas ainda será preciso muita cautela, para que a contaminação não venha a crescer”, lembrou.  Para ele, apesar disso todos terão que aprender a conviver com mais essa doença, torcendo por um 2022 de ótimos resultados e, fundamentalmente, esperando que as reformas, administrativa e fiscal, andem e possam ajudar o setor produtivo. “Com uma folga maior para trabalhar e um posicionamento diferenciado para trabalhar, temos uma grande oportunidade mostrar o valor dos empreendedores no país”, avaliou, para completar: “estamos confiantes que isso aconteça em 2022 e com o controle da economia tem tudo para ser um ótimo ano, pois estamos precisando disso há algum tempo”.

PERÍODO DIFÍCIL
José Mário Bozza Gazzetta, entretanto, não deixou de relembrar o período difícil pelo qual o país, o estado e Limeira, assim como o restante da nação, atravessou. “O que mais assustou foi o fechamento das empresas e, quem tinha mais que uma acabou ficando com apenas uma. Nesses 18 meses de pandemia os setores mais afetados foram o comércio e serviços, que pararam e tudo se fechou por muito tempo”, comentou. Para ele, entretanto, o que aliviou um pouco foi que Limeira não teve déficit de mão de obra, conforme mostrou o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), além de estar havendo uma mudança no comportamento das vendas, com muitos optando pelo e-commerce. “O comércio de Limeira já tem o seu próprio e-commerce, mas é preciso lembrar que com três funcionários você faz o trabalho de 14 e mesmo assim o custo para o empresário é alto”, lembrou.
As datas comemorativas daqui para o fim do ano, estão Dia das Crianças, Black-Friday e Natal, serão um verdadeiro termômetro para todos os empresários, na opinião do presidente da Acil. “É bom lembrar, também, que os comerciantes usam a Black-Friday como prévia para o Natal, tanto que já virou Week-Friday, aproveitando toda a semana no período, para oferecer vantagens aos consumidores”, afirmou. O interessante, entretanto, de acordo com ele, é que a Black-Friday cresceu, nos últimos anos, nas operações comerciais tradicionais e não apenas no e-commerce. “Queremos, com certeza, entrar num 2022 melhor e temos condições para isso”, finalizou o empresário.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*