Fora de Expediente

Fora de Expediente

Antonio Claudio Bontorim
Redação
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

Fanáticos e…
…lunáticos. Tudo o que diga respeito à dignidade da mulher, ou inclua a identidade de gênero, vira polêmica na opinião dos fundamentalistas religiosos que se aventuram à política.

Sem respeito
E nesse caso não tem denominação do matiz religioso. Católicos, evangélicos e muçulmanos se unem na mesma ladainha. É só sair do “papai e mamãe” que se alvoroçam.

Rir ou chorar
Até onde vai essa intolerância com a identidade de gênero (só para lembrar essa é a denominação correta, não existe ideologia de gênero) e a palavra trans? As desculpas são as mais esfarrapadas na tentativa de argumentar.

No Século XXI
Tudo isso para lembrar o projeto sobre a dignidade menstrual, de autoria da vereadora Mariana Calsa (PSD), que tinha lá um inciso que assustou o fundamentalismo religioso existente na Câmara: citava a população trans.

É só o pecado
O que passa pela cabeça de uma pessoa que não aceita quem pense diferente? Ou exponha suas diferenças às claras? Esse medo é filosófico ou apenas uma percepção da realidade negada?

Rever conceitos
Vamos, de uma vez por todas, pensar de forma racional: ser trans não é pecado; cuidar dessa população também é obrigação do estado; ninguém está infringindo regra nenhuma ao discutir a identidade de gênero, que deve, sim, estar nos currículos escolares.

Bruxas e fogo
Estamos no Século XXI, gente, um pouco de evolução ajuda. A Santa Inquisição, oriunda lá na Idade Média, não existe mais.

Vixe, cumpadi!
Tantos problemas para serem discutidos e resolvidos, os vereadores Ceará e Nilton Santos, ambos do Republicamos, estão preocupados em mudar a data da Semana Nordestina em Limeira.

Pérolas políticas
Depois do Dia do Alpinista, apesar de Limeira não ter montanhas, do cachorródromo, agora a cidade pode ter um pipódromo. Quase teve cadeira de rodas com buzina, pintura de telhas das casas e proibição de apito do trem na área urbana.

Enfim, é a vida
Relevância pouca é bobagem.

Pode incendiar?
Estamos às vésperas do 7 de Setembro. Feriado que será utilizado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para mais uma manifestação estritamente golpista, pregando contra a democracia. O vice-presidente, general Mourão (PRTB), afirmou que é fogo de palha.

E até explodir…
Resta saber, entretanto, se há um rastilho de pólvora no caminho da palha. Mais um crime de responsabilidade do presidente da República, que deve ficar impune.

E o bom senso
O ministro do STF, Ricardo Lewandowski, já deu o seu recado em artigo na Folha de S. Paulo. Um recado, diga-se, muito bem dado. Que venha 7 de Setembro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*