Fora de Expediente

Fora de Expediente

Antonio Claudio Bontorim
Redação
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

Qual é mesmo?
A função precípua de um vereador é fiscalizar os atos do Poder Executivo e seu entorno. Ele também é um legislador. Mas quando a fiscalização é barrada por interesses outros…

Fiscalizar, sim!
Câmara rejeitou, na sessão ordinária da segunda-feira, 16, projeto do vereador Dr. Júlio (DEM), que instituía a Comissão de Assuntos Relevantes para acompanhamento do financiamento, pela Prefeitura de Limeira, de crédito do Programa Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento) até o valor de R$ 162,7 milhões.

Assim sendo…
Alguém acredita que algum vereador da bancada situacionista vá fiscalizar? Mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha. Não está na bíblia isso?

Memorial, não
Limeira dificilmente terá um memorial em homenagem às vítimas da Covid-19. Projeto, também do vereador Dr. Júlio, foi prejudicado. Vale lembrar que o vereador é da oposição.

Mas o dia, sim
Em memória das vítimas da Covid-19. Na aprovação do vereador situacionista Everton Ferreira (PSD), que vai para o Calendário Oficial do Município de Limeira. Não seria possível uma união de projetos e tudo correr numa única raia.

Maniqueísmo
A divisão de forças, na Câmara, é impressionante. Assim, pergunta-se, há quanto tempo Limeira não tem um Legislativo independente, que vote os interesses da população e não apenas os do Poder Executivo? Há muito tempo.

Tem validade  
O povo? Bom, o povo é um mero detalhe, transformado a cada dois anos em “interesse eleitoral”. Ou seja, resume-se a um título e capacidade de votar.

E está de volta
A Câmara de Vereadores volta às suas atividades presenciais, leia-se sessões ordinárias, a partir desta segunda-feira, 23, a partir das 16h. Tudo normal, apenas sem público ainda.

O ato da Mesa
A volta se dá através de Ato da Mesa Diretora, o de número 10/2021, que já foi publicado no JOM (Jornal Oficial do Município) na terça-feira, 17. Vamos ver se as sessões esquentam um pouco mais agora. Esquentar no sentido de ser mais “debatida e empolgada”.

Miguel e o sim
Outra votação do deputado Miguel Lombardi (PL-SP), que está dando o que falar. O “sim” do limeirense para a minirreforma eleitoral, que trouxe de volta o voto em coligação de legenda, para cargos proporcionais. Vereadores e deputados.

Nenhum viés
Para muitos especialistas um retrocesso, uma vez que volta a figura do “puxador” de votos e facilita a vida de muitos candidatos. Só que nesse caso ele não está só. O PT também votou favorável, assim como outros partidos. À esquerda e à direita.

E as vacinas…
O Município de Limeira tenta comemorar o avanço na vacinação contra a Covid-19, com quase 300 mil doses aplicadas. Entre primeira, segunda e dose única. O número se aproxima da população total limeirense. Só que não!

Ainda vai longe
A questão é que a vacinação em 2ª dose não vai no mesmo ritmo. A imunização completa, infelizmente, atingiu apenas 70.442 pessoas, entre elas 8.801 doses únicas da Janssen, que foi  que chegou até agora. A imunização completa chegou a pouco mais de 22% da população.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*