Fora de Expediente

Fora de Expediente

Antonio Claudio Bontorim
Redação
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

Pérolas políticas
Quinta-feira, 17, continuação da sessão ordinária da segunda-feira, 14, para finalmente votar o PL (Projeto de Lei) 78/2021, que tratava da licitação do transporte público e de verba suplementar de R$ 20 milhões ao serviço. A sessão foi recheada de curiosidades…

Professor PhD
O vereador Francisco Maurino dos Santos, o Ceará (PRB), usou e abusou de seus conhecimentos legislativos para dar lições aos vereadores.  Ensinou sobre Regimento Interno e como ser um vereador no ambiente virtual.

Embate difícil
O próprio Ceará também discutiu com o colega Anderson Pereira (PSDB), a quem ministrou algumas aulas de direito político. Em tempo, Anderson é advogado.

Falta de decoro
Do mesmo Ceará foi o pedido para que o vereador João Antunes Bano (Podemos) se declarasse suspeito para votar, pois esteve na garagem da empresa Sancetur conversando com os motoristas. Bano foi funcionário da Viação Limeirense por mais de 30 anos, 18 deles como motorista. Ele próprio retrucou: “quero que apure, sim”.

Quer investigar
O vereador do Republicanos quer investigar por que João Antunes Bano esteve na garagem da empresa e se foi conivente com o caos da falta de transporte, também na quinta-feira, 17.

Declarou ciúme
Até o presidente da Casa, Lemão da Jeofá Rafá (PSC), logo no início da sessão ficou bravo com Marco Xavier (Cidadania), por que ele disse que a imprensa o tinha procurado para saber por que a sessão atrasou para começar. Lemão disse que se alguém tinha que informar a imprensa era ele, como presidente da Casa.

Por, tirar! tirar…
… e por! O vereador José Roberto Bernardes (PSD), ex-Zé da Mix, em certa altura disse que estava confuso. Não sabia se era para tirar ou por; se era para por ou tirar. Tudo por causa de duas emendas, que foram retiradas do projeto. Votação: 64 e 65 retiradas pelos vereadores e anuência dos líderes.

É para lamentar
Saindo da esfera municipal, em direção à federal, Limeira tem mais uma deputada federal, também do PL. Trata-se da bolsonarista Magda Mofatto Hon, que no final de semana, em um helicóptero e de fuzil nas mãos saiu para cassar o foragido Lázaro Barbosa de Souza, na região central do Brasil.

Limeira na tela
Aos 72 anos, Magda Mofatto é nascida em Limeira, em 1942, mas está eleita pelo estado de Goiás desde 2011. É armamentista e está sempre aparecendo nas redes sociais de arma em punho praticando tiro esportivo.

Como está, fica
Como disse um leitor assíduo e ávido por pesquisar sobre política, Limeira não se cansa de passar vergonha alheia.

É coincidência?
Enxugar gelo ou tentar tapar o sol com a peneira. Assim podem ser definidas as medidas paliativas contra a Covid em Limeira. O município só não copiou Campinas no toque de recolher. No município vizinho também é as 19h.

Negacionismos
A falta de coordenação nacional sobre a crise sanitária gera essa situação. Um lockdown nacional teria sido, lá no início da pandemia, de grande valia. Não se evitariam novas ondas, como acorreram também em outros países, mas com menor intensidade.

E la nave va…
Enquanto isso, o navio continua à deriva, a espera de algum milagre. E viva Federico Fellini.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*