UM ANO DEPOIS: Após primeiro caso, já são 503 mortos

UM ANO DEPOIS: Após primeiro caso, já são 503 mortos

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

Após um ano do primeiro caso de Covid-19 confirmado em Limeira, no dia 31 de março de 2020, que na realidade foram três, após testes recebidos pela Secretaria da Saúde com resultados positivados, os números da pandemia causada pelo coronavírus foram evoluindo de tal forma que o município atingiu, também em um dia 31 de março, a última quarta-feira, portanto, os 500 óbitos pela doença. Entre esses três primeiros casos, um deles era um homem de 63 anos, então internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo; o segundo, uma mulher de 77 anos, então internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) num hospital particular do município e, o terceiro, também uma mulher, de 47 anos, também internada na UTI de um hospital particular. Nesses dois casos, o nome – ou nomes – do hospital não foi revelado. Março fechou na última quarta-feira, 31, como o mês mais letal da pandemia.
Desde essas primeiras confirmações, conforme vem mostrando a Tribuna de Limeira, através dos dados diários emitidos nos boletins da Secretaria Municipal de Saúde, só aumentaram, chegando, nesta mesma data, 31, a 24.379 confirmações e 503 óbitos registrados pela Covid-19. No final de dezembro, quando se completava a 40ª semana da quarentena, a Tribuna fez o primeiro levantamento geral no ano de 2020, mostrando a evolução desses números. Naquela edição, a de número 263 e última do ano de 2020, eram 13.669 casos confirmados em 48.026 notificações totais para o coronavírus, além de 303 mortes confirmadas pela doença.
No último dia de 2020, conforme mostrou a Tribuna em sua primeira edição de 2021, a de nº 264, eram 14.115 casos positivos em 50.403 notificações e 311 mortes. Foram, portanto, ao longo de 2020, desde os primeiros casos registrados, uma média de 51 casos diários de Covid-19 e uma morte, também diária, pela doença. Em setembro do ano passado, os números começaram a cair, mas as festas de Natal e ano novo fizeram o número de casos explodirem agora em 2021, em uma segunda onda mais transmissível e letal ainda.
Já a primeira morte confirmada por Covid-19 aconteceu no dia 11 de abril de 2020, informação confirmada pela Secretaria da Saúde, através do Departamento de Vigilância em Saúde. A vítima, de 77 anos, uma mulher, apresentava problemas de saúde e estava internada em hospital particular da cidade, que também não teve, à época, o nome revelado. Ela estava hospitalizada havia duas semanas antes do falecimento, era hipertensa e diabética.

EM 2021
No dia 1º de janeiro, deste ano, já eram 14.132 casos confirmados e 312 óbitos em 50.551 notificações. E na quarta-feira, 31, data que marca a confirmação dos primeiros casos em Limeira, esse número chegou a 24.379 confirmações e 503 mortes. Somente neste primeiro trimestre do ano, foram registrados 10.256 casos confirmados e 191 mortes. Em valores porcentuais, só no primeiro trimestre deste ano houve um crescimento de 72,5% nos casos confirmados em relação aos nove meses de 2020. E, no número de mortes, o porcentual foi de  61,2% em relação ao mesmo período.
E este último mês de março foi, também, o mais letal desde o início da pandemia no Brasil, no Estado de São Paulo e em Limeira, que registrou 84 mortes nesse período, uma média diária de 3,7 mortes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*