Fora de Expediente

Fora de Expediente

Antonio Claudio Bontorim
Redação
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

Cadê o limite?
As redes sociais continuam bombando ódio, intolerância e gente despreparada para o diálogo. E para discordar sem ofender, sem argumentos, apenas xingamentos.

Um caso local
Na semana passada um site de notícias publicou uma indicação da vereadora Isabelly Carvalho, do PT, sobre colocar profissionais da imprensa nos grupos prioritários de vacinas contra a Covid.

Não deu outra
Com muitos xingamentos e comentários transfóbicos, a vereadora foi espezinhada nas redes por tal indicação. Pelo Facebook do site, a maioria nem sabia o que estava falando. Teve até alguém que perguntou por que não colocar profissionais da saúde nesses grupos prioritários.

Só ignorância
Aí é que se percebe a ignorância dos intolerantes e que disseminam o ódio. Só para lembrar, desde o início os profissionais da saúde são do grupo prioritário.

Não é novidade
E, em Teresina, PI, o prefeito João Pessoa Leal, o Dr. Pessoa (MDB), assinou decreto tornando jornalistas do grupo prioritário. A atividade é essencial por lei federal.

Incompetência
Só para lembrar, a prioridade deveria ser para todos. A questão é que o governo federal deixou milhões de doses escaparem de suas mãos por pura incompetência e agora a vacina é minguada. Nos EUA, por exemplo, já estão vacinando, em alguns estados, jovens a partir dos 16 anos.

Não tem perdão
Por falar em redes sociais, o prefeito Mario Botion (PSD) tem sido bastante criticado, principalmente pelo Facebook, até mesmo em seu perfil pessoal. Muitos limeirenses não estão poupando Botion.

Pelo sim… e não
Ultimamente a condução da pandemia tem causado muitas críticas, tanto de quem é pela flexibilização, quanto por um lockdown mais pesado.
Pode! Não pode…
Quanto a um lockdown de fato, o prefeito pode decretar, como fez Edinho Silva (PT), em Araraquara. Só que flexibilizar ele já não pode, por que é parte do Plano SP.

Bastante positivo
Aliás, por falar em Edinho Silva, o petista vem conseguindo, a despeito até de ameaças de morte, provar que o lockdown funciona. Só não enxerga quem não quer ver!

Vacina, sim mas…
… pelo SUS. E não à iniciativa privada enquanto o a Saúde Pública brasileira completar a imunização de todos os brasileiros contra a Covid. Sejamos coerentes, afinal, o país tem o melhor e mais eficiente programa de vacinas, o PNI (Programa Nacional de Imunizações).

Já os deputados
Os parlamentares votaram sim à compra de vacinas pela iniciativa privada, mesmo antes do complemento da vacinação pelo PNI. Entregaram de “mão beijada” o direito de se vacinar para quem pode comprar.

E o limeirense??
Miguel Lombardi (PL), também votou “sim”, por maior igualdade entre os iguais. Ou seja, para que empresários possam comprar vacinas contra a Covid. Ano que vem tem eleição…

Na Assembleia
O deputado estadual, o também limeirense Murilo Félix (Podemos), votou a favor de um projeto estadual, que libera compra de vacinas pelo Estado… e também pela iniciativa privada. Ou seja,…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*