FESTA NA CAIXA: Reinventar a vida na pandemia

FESTA NA CAIXA: Reinventar a vida na pandemia

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

A reinvenção em tempos de pandemia significa, para muitos profissionais e empresários, a manutenção do emprego e dos próprios negócios. E nem sempre é fácil se reinventar, mas com criatividade muitos conseguem o sucesso, que já experimentavam em seus negócios. É o caso das gêmeas Valnucéia e Valdinéia, conhecidas por “Val’s”, proprietárias do Salão de Festas e Bufê Molegal. Para não deixarem de continuar com a atividade, até que possam voltar presencialmente, criaram a Festa na Caixa. “A Festa na Caixa, em casa”, afirmaram as Val’s, em entrevista à Tribuna de Limeira, na última segunda-feira, 20. Com três anos de salão de festas, com eventos de segunda a segunda, como afirmaram as gêmeas empresárias, precisaram colocar a criatividade para funcionar e chegaram a uma resposta interessante.
Segundo elas, com a clientela já fidelizada e com os serviços e produtos que ofereciam – docinhos, bebidas, salgados e bolos – “com qualidade, alegria e muito amor”, como disseram, não quiseram abandonar ou mudar o foco do empreendimento, mas resolveram entregar as festas nas casas dos próprios clientes. “Com serviço completo no bufê, a ideia da Festa na Caixa, surgiu porque tínhamos festas todos os dias. Depois do isolamento social, muitos clientes nos procuravam para encomendas e, dessa forma, entendemos que poderíamos fazer a diferença, entregando a festa pronta”, lembrou Valdinéia. “Aniversário existe todo dia. Então por que não levar a festa na casa dos  aniversariantes?”, comentou Valnucéia. E, dessa forma as Val’s criaram a Festa na Caixa.

RESPEITO À SAÚDE
E para que o respeito às normas sanitárias não fosse quebrado, mesmo dentro de casa, passaram a oferecer pacotes para até cinco pessoas, com tudo o que o bufê oferecia. Os docinhos, os salgadinhos, as bebidas e o bolo. “Nós mesmas fazemos tudo, desde a confeitaria e os salgados, a montagem das caixas e a personalização para entrega. Resolvemos colocar as mãos na massa e tocar o negócio adiante”, afirmaram as irmãs. Além disso, de acordo com elas, o bufê prepara cardápios para serem presenteados, como aconteceu no Dia dos Namorados, como vai acontecer no Dia dos Pais e assim por diante. “Nesse momento em que as pessoas estão isoladas, não podem se confraternizar, nada como receber uma festa em casa”, lembraram.

Festa na Caixa vai continuar
As empresárias estão bastante entusiasmadas com o sucesso alcançado e, até mesmo quando os eventos voltarem a ser permitidos presencialmente, pretendem continuar com a Festa na Caixa. “A Festa na Caixa Molegal”, enfatizou Valnucéia. “O mercado está aí para ser explorado, inclusive para quem quiser fazer uma confraternização no escritório e até com menor número de pessoas, nós entregamos. A Festa na Caixa veio para ficar”, enfatizou Valdinéia. “Nós fizemos a última festa presencial no dia 19 de março e depois fechou tudo, imaginando que não voltaríamos mais a abrir e trabalhar”, comentou. Ambas acreditam, também, que o setor de eventos será o último a ser permitido a voltar a funcionar, após passado esse período. Valnucéia disse acreditar, que neste ano de 2020 não haverá mais eventos presenciais, de quaisquer espécies. “Mas a Festa na Caixa, essa com certeza vai continuar e o nosso sucesso creditamos em primeiro lugar a Deus e a tudo o que fazemos, pois colocamos carinho, capricho e  muito amor junto com nossas caixas de festas”, finalizaram.
O Salão de Festas e Bufê Molegal – e agora a Festa na Caixa – fica na Avenida Antonio de Luna, 799. E, para receber a Festa na Caixa, basta contatar as Val’s e garantir o sucesso de evento. Os telefones para contato são 98116-1988, 98119-6119 e 99846-0228. (Antonio Claudio Bontorim)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*