MELHORIAS: Galo aproveita paralisação e troca grama no Pradão

MELHORIAS: Galo aproveita paralisação e troca grama no Pradão

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

Depois da revitalização e pintura da fachada do Estádio Comendador Agostinho Prada, o Pradão, o Independente FC realizou novas melhorias, como a troca de gramado no campo de futebol. Essa troca, de acordo com o diretor de comunicações do Galo, Felipe Guisellini, teve como objetivo melhorar os dois gols, onde a grama estava muito prejudicada e, ainda, o replantio em áreas onde não havia mais gramado ou então eram os buracos que tomavam conta.  “Com a assessoria de um engenheiro agrônomo, colocamos areia, calcário e replantamos a grama nesses locais”, afirmou Guisellini.
Segundo o dirigente galista, esses serviços já foram concluídos durante a semana e o gramado está recebendo irrigação constante, devido ao estado em que se encontrava. “Nesta semana que se inicia, estaremos fazendo uma adubagem em todo o gramado, para que ele possa ser recuperado e estar em melhores condições possíveis, assim que retornarmos às atividades”, lembrou. Outras melhorias pontuais foram feitas, de acordo com Guisellini, como por exemplo, nos vestiários, tanto o do Independente como no de visitantes, num trabalho do zelador do clube, que vai desenvolvendo atividades conforme solicitadas pela diretoria. “Enquanto o time não puder treinar, por determinação da federação e da pandemia do coronavírus, pequenos trabalhos vão sendo feitos”, afirmou
Após a pintura externa, o Galo trabalha com a necessidade de uma pintura interna, ou seja, das arquibancadas, cabines de imprensa, entre outros setores, que está, de acordo com Guisellini, sendo estudada e preparada. “Estamos levantando os valores financeiros que precisamos para isso, uma vez que já temos orçamento, tanto para material como para mão de obra, mas falta o dinheiro ainda”, disse o diretor de comunicações. Para ele, a revitalização do Pradão é importante e garante o melhor conforto dos torcedores também.

EM CASA
Enquanto a FPF (Federação Paulista de Futebol) não faz novas determinações, jogadores e comissão técnica do Galo estão em casa, aguardando quais decisões serão tomadas. “Como os treinamentos estão suspensos, dependemos da FPF, que ainda não deu nenhuma previsão de retorno aos trabalhos e aos campeonatos. Não sabemos se o nosso será mesmo em abril, se vai ter datas alteradas ou mesmo se não será cancelado”, comentou Guisellini, que finalizou: “agora dependemos única e exclusivamente da Federação Paulista”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*