EM 2020: Limeira terá sete feriados prolongados

EM 2020: Limeira terá sete feriados prolongados

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

Dia primeiro de janeiro, uma quarta-feira, já passou. Foi o primeiro feriado do ano de 2020. Agora vamos pelo carnaval, com a terça-feira, 25 de fevereiro, a chamada terça-feira gorda, que não é oficial, mas ponto facultativo comemorado como oficial e assim por diante, até o fim do ano. No total serão 14 feriados – computados também os locais e estaduais – dos quais seis prolongados, ao caírem entre sexta-feira e segunda-feira. Com o da Consciência Negra, que em Limeira é local, e será celebrado numa sexta-feira, o município terá sete feriadões. Além do 15 de setembro, aniversário da cidade, uma terça-feira. Dos nacionais, só o 15 de novembro é num domingo, portanto sem benefício algum aos amantes dos feriados. O ano é bissexto e o dia 29 de fevereiro cairá num sábado.
O número supera o de 2019. Dos nove feriados nacionais, oito são durante a semana e traz temeridade ao faturamento do comércio, mas o turismo amplia suas expectativas positivas. Em fevereiro, segunda-feira, 24, e terça-feira, 25, temos o carnaval. E entre os “feriadões”, 10 de abril, a Paixão de Cristo (sexta-feira), e ainda poderão ser emendados 1º de Maio, também sexta-feira, Dia do Trabalhador e, nas segundas-feiras, 7 de Setembro, Independência do Brasil, 12 de Outubro, Nossa Senhora Aparecida e 2 de Novembro, Finados. E o Natal, 25 de dezembro, mais uma sexta-feira. E Limeira terá, ainda, mais um prolongado, que é o 20 de Novembro, municipal, da Consciência Negra, também uma sexta-feira.
Já o 21 de Abril, Tiradentes, cai numa terça-feira e pode ser parcialmente prolongado, em especial pelo serviço público, que deve decretar “ponto facultativo” na segunda-feira, 20. O 9 de Julho, estadual, Revolução Constitucionalista, será comemorado numa quinta-feira, também com possibilidade ponto facultativo na sexta-feira, 10, pelo serviço público. E tem ainda o 11 de Junho, Corpus Christi, considerado ponto facultativo, mas que é comemorado como feriado. Apenas o da Proclamação da República, 15 de Novembro, é num domingo.  “O varejo nacional deve deixar de faturar R$ 11,8 bilhões em 2020 por causa de feriados nacionais e pontos facultativos ao longo do ano. O total é 53% maior do que a perda prevista para 2019, de R$ 7,6 bilhões”, calculou a Federação do Comércio de São Paulo. (Com Agência Brasil)

Feriados vêm acompanhados de perdas, afirma economista

Se quando se pensa em feriado o objetivo é o descanso é algo favorável, mas para a economia, de acordo com o economista, consultor e professor do Isca Faculdades, Fábio Macedo, para a economia esses feriados podem vir acompanhados de perdas, impactando diretamente no crescimento da economia brasileira de 2,5% estimado pelo Banco Central do Brasil para 2020. O professor cita também o Fecomércio, para quem o prejuízo poderá chegar a R$ 11,8 bilhões, 53% maior que o montante estimado para 2019. “A economia local também poderá sofrer essas perdas, pois as pessoas devem aproveitar essas datas para fazer pequenas viagens e isso pode comprometer o comércio. Com as pessoas viajando as oportunidades de venda diminuem e os recursos que ficariam no município serão gastos em outros locais”, afirmou Macedo.
Segundo ele, para a indústria a situação é a mesma, pois terá menos dias para produzir, o que poderá comprometer vendas e as entregas. “O setor pode até compensar essas paradas com horas extras, mas isso irá comprometer ainda mais os custos”, lembrou. Para ele, o setor do comércio tem outra perspectiva quanto aos feriados e prevê alta nos lucros para 2020, superando os R$ 28,84 bilhões injetados na economia. “Uma dica para os comerciantes é se preparar para esses períodos buscando estratégias que possam contribuir para o aumento de vendas ainda fora dessas datas como forma de compensar o impacto dos feriados”, finalizou Fábio Macedo. (Antonio Claudio Bontorim)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*