REELEIÇÃO: Botion diz que é pré-candidato em 2020

REELEIÇÃO: Botion diz que é pré-candidato em 2020

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

Ao abrir a última entrevista de 2019, concedida à Tribuna de Limeira em seu Gabinete, o prefeito Mario Botion (PSD), lamentou que no Brasil as eleições sejam de dois em dois anos, o que acaba interferindo nas administrações municipais, não se furtou, porém, em afirmar que é pré-candidato à reeleição e vai colocar seu nome à disposição. Botion lembrou que, devido à legislação ele não pode assumir a candidatura imediatamente – “o período oficial ainda não chegou, mas posso me colocar como pré-candidato”, disse – mas o que não o tira do páreo em outubro do ano que vem. “Apesar de as eleições a prefeito serem de quatro em quatro anos, temos no meio a presidencial, a de governadores e deputados, estaduais e federais, e senadores”, lembrou. O prefeito afirmou que não pode fugir à responsabilidade, pelo conjunto de suas realizações e os compromissos assumidos e ainda não realizados.
Segundo Botion, ele se diz favorável a um mandato de cinco anos, mas sem reeleição, por que em quatro anos um administrador público não consegue contemplar seu ciclo, sem deixar nada para trás. “Tenho muita convicção de que 2020 será um ano melhor, principalmente por que os dados do nosso município indicam isso”, comentou, lembrando o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho, que coloca Limeira à frente da maioria das cidades da região. “Até outubro deste ano, por exemplo, tivemos um saldo positivo de 2.600 empregos com carteira, enquanto Piracicaba teve 1.600. Tudo isso mesmo em função da economia ainda sem muitos avanços”, afirmou, dizendo que é importante continuar esse trabalho, uma vez que se verifica que Limeira tem uma diversificação dos segmentos produtivos, além de uma infraestrutura que permite às empresas se instalar no município. “E sem falsa modéstia, a nossa administração tem proporcionado confiança para todos, em especial ao segmento produtivo”, enfatizou.

DECISÕES TÉCNICAS
Botion lembrou que isso é fruto de uma administração técnica, embora se viva num ambiente político. “Nós temos nos pautado por decisões técnicas, que trazem confiança à sociedade e a classe empresarial, apesar das adversidades políticas”, comentou. O prefeito afirmou, também, que o saldo da construção civil tem sido interessante, pois é o setor que primeiro se abate nas crises econômicas e um dos últimos a retomarem seus investimentos. “Em Limeira, por exemplo, temos percebido que no setor imobiliário a construção civil tem mostrado um índice de recuperação bastante positivo, o que nos permite afirmar, que no ano que vem a economia vai melhorar um pouco e Limeira sai à frente das cidades da Região”, enfatizou.
Por ser um ano político e de eleições municipais, na opinião de Botion para ele nada muda. “Eu não estou preocupado com isso. Em iniciar e concluir obras. Estou preocupado é que temos que resolver o problema, como o Viaduto da Barroca Funda, agora se vai ser concluído ou não, antes da eleição, não me deixa preocupado, mas eu estou deixando o caminho aberto e, principalmente, um caminho que não tem volta. O viaduto terá que ser finalizado, independente das eleições ou não”, disse. Além do viaduto e do Plano de Mobilidade, cujo pontapé inicial já foi dado, de acordo com ele, o importante é se criaram as condições para concluí-lo. “A gente vive num mundinho político, que faz muito barulho o tempo todo. E a eleição dentro desse mundinho faz mais barulho ainda e percebemos que já começou. A eleição municipal é mais pegada, rivaliza mais. Envolve muita gente, mas isso não pode ser desculpa”, avaliou.
Botion afirmou, também, sua preocupação com o desenvolvimento, programas para jovens, saúde, esportes e, principalmente o programa de compras de pequenos fornecedores locais. Entre as prioridades para 2020, ele destacou a gestão informatizada da saúde, que deve dar mais eficiência, controle de resultados, além de diminuir custos evitar desperdícios e, na Mobilidade Urbana, o edital ordinário do transporte coletivo. “As obras de infraestrutura, como o viaduto da Barroca Funda, a iluminação pública, que assinaremos o contrato com o BNDEs, e trará uma mudança significativa para o município, temos as duplicações do Viaduto Paulo Natal e do último trecho do anel viário, no Novo Horizonte”, anunciou, para finalizar: “uma intervenção significativa na Rotatória da Taba, com semaforização e acesso direto para quem vem da Via Anhanguera, sem ter que fazer o contorno, o que vai aliviar o trânsito daquela região”.

Segundo turno garante mais representatividade

Sobre o fim da biometria eleitoral, o que não garantiu o segundo turno nas eleições para prefeito no próximo ano, o prefeito lembrou que Limeira já passou por duas eleições municipais, dentro do sistema, e ambas foram resolvidas já no primeiro turno. “Não vejo, na leitura do cenário atual, que haja prejuízo da representatividade dos eleitos, se não houver segundo turno, apesar de esse segundo turno garantir mais credibilidade ao pleito”, disse. Ainda de acordo com ele, o segundo turno dá, com certeza, essa credibilidade maior, mas se não acontecer ele não acredita que vá desvalorizar o processo eleitoral. “Quanto maior a representatividade, mais importante, mas a população nada tem a perder com isso, a não ser os eleitores que não se recadastraram”, finalizou. (Antonio Claudio Bontorim)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*