Fora de Expediente

Fora de Expediente

Antonio Claudio Bontorim
Redação
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

De volta com tudo
O vereador Clayton Silva (PSC), voltou com tudo do recesso parlamentar. Já chegou atacando um clássico da literatura, “A Bolsa Amarela”, de 1976, que é o terceiro trabalho da escritora Lygia Bojunga, que se tornou sucesso na época e o é até hoje. Lygia tem hoje, 86 anos e vive em Pelotas-RS.

Tudo é o gênero
Clayton se irritou, por que na sinopse, diz que o livro conta a história de uma menina que entra em conflito consigo mesma e com a família ao reprimir três grandes vontades, que ela esconde numa bolsa amarela: vontade de crescer, de ser garoto e a de se tornar escritora. O vereador acredita que o livro, utilizado na rede municipal de ensino, incentiva a ideologia de gênero.

Puxão de orelhas
Uma fonte, que pediu anonimato, comentou que o vereador levou um verdadeiro esculacho de uma diretora da rede municipal de ensino, por essa postura. Como todos os outros, ele não suporta nem ouvir a palavra gênero. Nem de “gênero” musical ele gosta.

Precisa aprender
Clayton Silva precisa estudar um pouco mais. Deixar seu fanatismo moral e religioso de lado e entender que não existe ideologia de gênero. O que há, de fato, é identidade de gênero, que é aquela com que cada ser humano se identifica.

Esperneia muito
Assim como todo crítico dessa tal ideologia de gênero (que não existe), o vereador social-cristão tem que cair na real. Ele não vai mudar a identidade de quem tem a sua própria.

Fim do recesso e…
… Câmara Federal vazia. Pois é! Mais de 500 deputados não retornaram do recesso na primeira sessão de agosto, que aconteceria no último dia 5. Apenas oito, dos 513 deputados estavam presentes e não possibilitou quórum.  Nenhum deputado do PL esteve presente.

A primeira vez???
O deputado federal por Limeira, Miguel Lombardi, do PL, também não estava em Plenário. Na terça-feira, 6, já na sessão da Reforma da Previdência, que entrou pela madrugada da quarta-feira, 7, repetindo seu voto em primeiro turno, Lombardi votou favoravelmente à PEC (Proposta de Emenda Constitucional).

Sabe como é, né!
Mais interessante foi a explicação dada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), em tom de deboche mesmo, sobre a falta de quórum: “sabe como é, né? Segunda-feira, primeira sessão do ano, a gente sabe muito bem como isso funciona”… Como se os parlamentares não tivessem obrigação a cumprir, só por que é segunda-feira.

Manutenção zero
Trecho do anel viário entre a Major José Levy Sobrinho e a concessionária Impéria está sem qualquer demarcação na pista sentido Jardim Planalto. Uma manutençãozinha de vez em quando não faz mal a ninguém. Enquanto isso, na área central, tudo novinho em folha.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*