VIADUTO NO BARROCA FUNDA: Obras começam em 5 meses, diz Botion

VIADUTO NO BARROCA FUNDA: Obras começam em 5 meses, diz Botion

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

Iniciar as obras entre quatro e cinco meses, com prazo de entrega de 12 meses após o seu início e, provavelmente, dentro do seu próprio governo. Essa é a expectativa do prefeito Mario Botion (PSD), em relação ao viaduto sobre o Barroca Funda, ligando o Centro à Zona Sul do município, pela Avenida Dr. Lauro Corrêa da Silva. Botion recebeu a Tribuna de Limeira em seu gabinete, no início da noite de quinta-feira, 16, quando tratou do assunto. Na sexta-feira, 17, em cerimônia realizada na rotatória existente no local, foi lançada a pedra fundamental da obra, com a assinatura do contrato de financiamento com a Caixa Econômica Federal, através do Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), programa lançado em 2012, no valor de R$ 65 milhões. “Trata-se de um financiamento mesmo, não é verba a fundo perdido ou qualquer outro programa de investimento, que vai custear praticamente toda obra e que deve deixar, também, algum saldo para ser aplicado em outras obras”, afirmou Botion.
Segundo o prefeito, trata-se da obra mais importante, não apenas do seu governo, mas dos últimos anos e que há muito tempo é esperada pelos usuários da Zona Sul do município, que reúne mais de 500 empresas, entre indústrias, comércios e serviços, que resulta num tráfego mensal de mais de três milhões de veículos, incluindo aí 50 ônibus por hora. “Esse ato, o da pedra fundamental, é simbólico e representa a assinatura do contrato de financiamento, que teve no deputado federal Miguel Lombardi (PR), um grande facilitador”, lembrou. Ainda de acordo com o prefeito, enquanto os trâmites do contrato corriam, o Poder Executivo vinha trabalhando nos projetos complementares, como o de fundação, estrutura, elétrica, hidráulica, entre outros, para a execução das obras e, dessa forma, poder abrir o edital de concorrência. “Publicamos no JOM (Jornal Oficial do Município) a relação das empresas participantes na sexta-feira, 17, e, na próxima semana deveremos abrir os envelopes de preços”, afirmou.

OBRA E PRAZOS
Botion espera que, entre quatro ou cinco meses, as obras possam ser iniciadas, ou até em menos tempo, conforme disse à Tribuna durante a entrevista. O prefeito explicou que o contrato principal tem um cronograma apertado para facilitar a construção. “Talvez até em menor tempo ainda, obra que será feita em concreto pré-moldado protendido, que foi uma decisão técnica, para acelerar os trabalhos e causar o menor impacto possível no local, devido a sua grande utilização”, comentou. Ao ser questionado pela Tribuna se pretendia entregar a obra ainda em seu primeiro mandato – Botion tem direito à reeleição – ele afirmou que sim e que há uma expectativa positiva para que se consiga fazer isso. “O importante, entretanto, é que a obra vai ser feita, o viaduto será construído para atender à demanda que existe no local, seja ele concluído no meu governo ou não”, afirmou.
Haverá, ainda de acordo com ele, estudos e planejamento para que mobilidade não fique comprometida no local, com rotas alternativas, interdições e fechamento de alças, quando houver necessidade, já que os transtornos são inevitáveis, pelo próprio porte da obra. “O transtorno e passageiro, a obra é permanente”, finalizou. O novo viaduto terá passagem para pedestres e ciclistas em uma extensão de 450 metros, 153 deles de vão propriamente dito. Estiveram presentes na solenidade também secretários municipais, vereadores e representantes da Caixa. O deputado federal Miguel Lombardi não esteve presente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*