Fora de Expediente

Fora de Expediente

Antonio Claudio Bontorim
Redação
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

Vai incomodar
A Tribuna de Limeira teve acesso a informações, na Câmara, de que vereadores andam procurando, por lá, “vazadores” de notícias de bastidores. Isso não é novidade, principalmente quando há parlamentares que dão munição para a crítica. E como são fontes confiáveis, a preocupação é maior ainda.

Os dois afetados
Os vereadores que mais mordem as notinhas da coluna Fora de Expediente, são o Pastor Nilton (PRB) e Clayton Silva (PSC). Ambos não aceitam críticas e, principalmente, costumam atacar a mídia de forma pejorativa. Ruim para eles que, dessa forma, assumem publicamente os próprios erros. Para não dizer outra coisa.

Educação e calma
Os mais políticos buscam o diálogo e não saem da linha, nunca. Até sabem tirar proveito das situações, quando são criticados. Mas que a reação dos dois, que são ligados à uma vertente religiosa, é digna de nota. Isso é.

Por falar nos edis
Muito interessante o artigo do ex-vereador Tarcílio Bosco, publicado na edição 175, desta Tribuna, que trata da interferência do Poder Judiciário no Regimento Interno da Câmara, no artigo publicado à página 2, “A separação dos poderes e o controle judicial de questões internas”. Bosco critica, fundamentalmente, os parlamentares que se apegam demais à Justiça para fazer valer suas posições.

Leitura nas redes
O artigo de Bosco, que também está no site, Facebook e Twitter da Tribuna (portaltribuna.com.br, facebook.com/tribunadelimeira e @tribunalimeira), merece uma leitura atenta e uma reflexão desse excesso de judicialização que vem assolando o país inteiro.

De 50 anos atrás
E a situação está tão crítica nesse ponto, que até o STF, que deveria ser o guardião da Constituição Federal, como garantidor das liberdades individuais, entrou pela seara da censura à imprensa. A situação é muito mais grave do que aparenta.

Uma visão prática
Está na hora de o secretário da Mobilidade Urbana, Rodrigo Oliveira, fazer um passeiozinho básico pela cidade de Limeira e ver a real situação da mobilidade nas ruas da cidade. Para quem depende do trânsito todo dia, não está fácil não.

Complicado demais
Um dos locais a serem visitados é a Rotatória da Taba, que foi alvo de matéria da Tribuna recentemente, mas que nem a Secretaria de Obras e nem a comandada por Rodrigo Oliveira, retornaram aos questionamentos do jornal. Principalmente entre 7h e 8h e 17h e 18h. Fica o convite.

A limpeza necessária
Pelo menos o corte de mato, que faz parte da Zeladoria do município, está funcionando bem. Rotatórias, vias expressas, algumas praças, estão passando por limpeza geral. E a sinalização de solo sendo refeita. Já os buracos e pavimentos defeituosos, esses não dão trégua.

É preciso responder
O que, de fato, impede o uso do retentor de ar (mecanismo para evitar que o hidrômetro marque além do consumido) em Limeira? A legislação, as regras da concessão ou a comprovação de que o equipamento, de fato, funciona?

Ainda sem falar…
Apesar de ainda não ter dado a entrevista coletiva à imprensa, conforme a assessoria da Diocese havia informado à Tribuna, o bispo dom Vilson Dias fez as celebrações da Semana Santa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*