SALTO GRANDE: Município tem plano de contingência, diz Botion

SALTO GRANDE: Município tem plano de contingência, diz Botion

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

Veiculada em rede nacional na noite de quinta-feira, 7, pela Band, reportagem sobre um possível rompimento da Represa Salto Grande, em Americana, dizendo que Limeira e Piracicaba seriam varridas do mapa, assustou os limeirenses. Na sexta-feira, 8, as redes sociais trouxeram muitos questionamentos, mostrando a preocupação com a situação. Também na tarde da sexta-feira, 8, o prefeito Mario Botion (PSD) se manifestou, através de nota da Secretaria de Comunicação Social, na qual afirmou que Limeira tem plano de contingência, elaborado em 2017 e revisado em 2018 e que não há risco de rompimento da barragem, que é gerenciada e operada pela CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz. Quem garantiu a segurança da barragem, de acordo com Botion, foi o diretor da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) André Pepitone.
Segundo Botion, Limeira tem, há dois anos, plano de contingência, proteção e defesa, ações adotadas no início da administração atual, quando foi formada uma comissão na Defesa Civil. De acordo com ele, o primeiro plano foi criado em 2017 e revisado no ano passado, inclusive com a participação de agentes da própria Defesa Civil. “O plano mostra inclusive rotas de fuga, em caso de rompimento da Salto Grande”, afirmou.
Em outubro de 2017, a Tribuna de Limeira trouxe matéria sobre a elaboração do plano de contingência, após o guarda civil municipal, Jair Detz, que disse ter iniciado o projeto, ser transferido da Defesa Civil para o Pelotão Ciclístico da GCM, sem poder conclui-lo. Foi Detz que informou o plano de contingência à Tribuna. De acordo com Detz, à época, se em Mariana foram 62 milhões de m3 de lama, aqui seriam liberados de uma só vez 107 milhões de m³ de água. Essa situação causou, à época, um desconforto com o secretário de Segurança, Francisco Alves, que lamentou o anúncio antes do plano completo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*