Que se concretize

Que se concretize

Depois de muito tempo Limeira terá, finalmente, um Plano de Mobilidade Urbana. Os estudos, de acordo com a secretaria que cuida do projeto, que também leva o nome de Mobilidade Urbana, têm dez meses para serem concluídos e os prazos já estão valendo, conforme mostra a Tribuna de Limeira nesta edição. Mais que melhorar a condição de tráfego e dimensionar o fluxo de veículos é preciso lembrar que o trânsito já está saturado no município, principalmente na região central e, a dificuldade em produzir corredores exclusivos ou alternativos já se tornou impossibilidade, dada a largura das ruas e a falta de avenidas no Centro, mas que sobram nos novos bairros.
Problema criado lá atrás, quando o planejamento da cidade foi tomado, pensando Limeira com apenas 80 mil habitantes nos anos 2000. Esse, entretanto, é um problema do passado, que refletiu no futuro e vai refletir sempre, mas que poderá ser contornado com um bom planejamento agora, embora esteja atrasado desde que o município atingiu seus 80 mil habitantes.  Hoje, com mais de 300 mil, é a mobilidade desse contingente de pessoas que deverá ser a prioridade desse plano, indicando que veículos e pedestres devem conviver de forma  harmoniosa e não de enfrentamento.
Espera-se que não fique só na promessa e que os prazos sejam cumpridos. Sempre é bom lembrar, entretanto, que a solução não é fácil, mas pode ser contornada com um transporte público de qualidade e que atenda as necessidades dos seus usuários e do próprio município, fazendo com que mais pessoas possam utiliza-lo, abdicando do conforto do veículo, para ter um conforto nos ônibus. Isso é possível, sim, por que se o serviço oferecer qualidade, agilidade e condições adequadas de uso, com certeza pode aliviar o trânsito, cada vez mais impraticável, devido ao excesso de veículos. Como esse é o início, a sua concretização [do Plano] será com certeza cobrada. E os agentes públicos responsáveis por ele, mais ainda.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*