Fora de Expediente

Fora de Expediente

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
Redação
redacao@tribunadelimeira.com.br

Números duros
Os números apresentados na coletiva da Câmara de Vereadores, sobre o desconhecimento da população sobre o trabalho do Legislativo Municipal, no último dia 26, de fato assustaram pelo seu conteúdo e resultados. O presidente da Casa, vereador Zé da Mix (PSD), mostrou-se bastante preocupado. (Leia o Editorial da Tribuna de Limeira, Direito, com dever, nesta página).

Mas sugestivos
Mas não deixa de ser interessante do ponto de vista prático, pois justifica o empenho em torno da campanha de divulgação, que a atual diretoria vem realizando junto à mídia. O próximo presidente que assumir vai precisar, com certeza, dar mais ênfase à questão.

Informação certa
O Núcleo de Imprensa da Câmara fez uma correção num dos dados divulgados. O número de 26.400 visitas pra 2018, apontado como sendo de janeiro a setembro, na realidade é uma projeção para o ano todo, ou seja, até a chegada do recesso parlamentar.

E já tem data
Recesso Legislativo que, conforme fixado no artigo 140 do Regimento Interno, oficialmente tem início no dia 23 de dezembro, seguindo até 1° de fevereiro de 2019.

Novo dirigente…
Por falar em recesso, os vereadores ainda estão quietos quanto à sucessão de Zé da Mix. Ele entrega a Presidência após os dois anos regulamentares, mas não pode se candidatar à reeleição. Nos bastidores, quem está se movimentando é o ex-presidente, vereador Nilton Santos (PRB). Por hora!

E vai interferir?
Apesar de serem poderes autônomos e independentes, é esperada uma movimentação do prefeito Mario Botion (PSD), do Poder Executivo, que tem interesse direto na composição da nova Mesa Diretora, no Poder Legislativo. Se vai ou não dar seu pitaco (mais pelo sim, do que pelo não), é outra história.

Interesse lógico
Para os mais experientes, a certeza é de que Botion deva, sim, se posicionar sobre a eleição, não diretamente por que não é sua praia, mas de forma a fazer valer a indicação de alguém que represente a situação. A chamada interferência branca, uma vez que legalmente ele não tem nenhum poder para isso.

Muito barulho
Hoje já há um núcleo barulhento na Câmara, composto pelos vereadores da oposição, mas que estão sempre nas coletivas do Poder Executivo, quando há interesse em aparecer na foto. Constância Berbert Dutra (PDT) e Wagner Barbosa (PSB) costumam aparecer por lá, justamente para maior visibilidade política.

E Bolsodoriou
O eleitor limeirense fez forte referência à extrema direita nestas eleições. Sempre conservador em suas escolhas eleitorais, deu a Doria e Bolsonaro  barba e cabelo completos na cidade. Apesar disso, abstenção alta e votos brancos e nulos também.

Sem estadual
Entre abstenções, brancos e nulos em Limeira, no segundo turno, dava para eleger um deputado estadual. E o município ficou sem!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*