ENEM 2019: Agora é preciso evitar ansiedade, diz professor

ENEM 2019: Agora é preciso evitar ansiedade, diz professor

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

A uma semana da primeira prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), no próximo domingo, 4, que neste ano coincide com o primeiro dia do horário de verão, não adianta exagerar de estudar resumos e, mais importante que isso, é diminuir o ritmo dos estudos e chegar bem tranquilo para a prova. A recomendação é do professor de geografia e coordenador do Colégio Jandyra, Wendel Ferraz, que em entrevista à Tribuna de Limeira, disse que o exame é bastante cansativo e é sempre bom evitar situações que podem gerar ansiedade. “O aluno deve manter o foco na melhor estratégia para resolver a prova e não se esquecer dos cuidados com a saúde: boas noites de sono, exercícios físicos moderados e alimentação leve e saudável e não é o melhor momento, também, para se mudar a rotina”, afirmou Wendel. O segundo dia será no domingo seguinte, 11.
Segundo o professor, se o aluno não tomar certos cuidados, o horário de verão pode, sim, atrapalhar. E, principalmente, de acordo com ele, certificar-se de ajustar todos os relógios com o horário de Brasília, no qual o Enem se baseia. “Em Limeira não é diferente. O horário de fechamento dos portões será às 13h, mas o candidato deve chegar com uma hora de antecedência, ou seja, às 12h, quando eles abrem”, alertou. Para o coordenador do Colégio Jandyra, já que se perderá uma hora com a mudança, é importante procurar dormir e acordar mais cedo, seguindo antecipadamente o horário de verão. “Na véspera do exame a dica é dormir uma hora mais cedo do que o costume”, avaliou. Neste ano há algumas novidades em relação ao ano passado e, de acordo com o professor, as principais são a ampliação de 30 minutos na duração das provas do segundo dia de aplicação; mais documentos aceitos na identificação, como carteira de habilitação com foto e passaporte, por exemplo e, redação que desrespeitar os direitos humanos perde 200 pontos.

COMO FAZER
Para o professor Wendel Ferraz, o aluno deve ficar atento às questões fáceis e procurar não errá-las, uma vez que a correção é feita pela TRI (Teoria de Resposta de Item), que trabalha na maior atribuição de nota a questões difíceis. “Em uma mesma área, entretanto, se o aluno acerta uma questão difícil e erra uma fácil, perde pontos, por que a TRI detecta que ele chutou a resposta”, enfatizou. Nesse sentido, ele recomenda resolver as questões fáceis primeiro, deixando as difíceis por último. Ainda de acordo com ele, não há peso maior para nenhuma área do conhecimento. “Contudo, como o sistema de correção TRI (Teoria de Resposta ao Item) atribui mais pontos para questões mais difíceis, em tese o aluno que tem um desempenho melhor em matemática – área na qual os alunos geralmente têm mais dificuldade – ganha mais pontos”, comentou.
Em relação à redação, o professor e coordenador do Colégio Jandyra disse que deve ser aproveitado de acordo com os textos da coletânea. “A preparação para essa prova deve começar meses antes, com o hábito da leitura e da produção textual constante. Ler editoriais em jornais e se dedicar às disciplinas de filosofia,  história e sociologia ajudarão o candidato a embasar seu texto de modo mais reflexivo”, afirmou. Wendel afirmou, também, que no dia da prova o aluno deve ler o tema da redação antes de começar a respondê-la, pois o tema pode aparecer em outras questões. “Rascunhar a estrutura da redação, pontuando os principais argumentos também é recomendado e, depois elaborar a primeira versão e revisar o conteúdo. Em seguida conferir as questões gramaticais e interligar as ideias dando sentido a elas e, finalmente passar a limpo, respeitando o limite de linhas e não escrevendo fora da área delimitada para a resposta. E reservar ao menos uma hora e meia para a redação”, finalizou.
Neste ano, mais de 6,7 milhões de estudantes estão inscritos para fazer a prova e, 900 mil deles só no Estado de São Paulo. Já os dados por município ainda não estão disponível. No ano passado, foram 7.323 inscritos no Enem em Limeira.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*