É preciso mais

É preciso mais

Limeira chega aos 192 anos de fundação e, junto com a comemoração e o feriado municipal, ainda há sobras suficientes para analisar o desenvolvimento do município e de como deveria, de fato, estar relacionado no cenário estadual e nacional. Pela localização geográfica explícita, no centro da região mais rica do país, e cortado pelas principais e mais importantes rodovias do Estado, o município está longe de comemorar um avanço real, tanto na questão social como econômica. Há anos que o município vive uma paralisia de investimentos, enquanto a região agrega valor.
Não há como não imaginar, que a falta de representatividade política também contribui para essa ausência de ações, por que hoje o país vive da política como barganha de favores entre os poderes estabelecidos. Dos municípios ao governo federal e de lá para cá. Pensar nesses representantes, também, apenas como despachantes de projetos ou emendas é outro erro que os tornam meros intermediários, relegando suas responsabilidades a simples mensageiros de boas notícias. Por isso é importante que a população pense nisso, na hora de votar, já que caminhamos rápido para mais um pleito, cuja importância está justamente nessa representatividade política, escolhida no voto.
O eleitor não pode desperdiçar o seu voto por simpatia. Precisa pensar que serão outros quatro anos em que o município estará seguindo sua história, e precisa estar bem representado nos degraus superiores. Tem que parar de pensar que não vale a pena – como assim traduzem sua insatisfação –, para entender que se, com um, corre o risco de ficar sem ninguém, é preciso escolher mais então. E que traduzam o interesse coletivo, pertencendo a esse coletivo. Um não aos paraquedistas já é meio caminho.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*