ENTRE OS LOCAIS: Murilo Félix é o mais ‘rico’ na disputa

ENTRE OS LOCAIS: Murilo Félix é o mais ‘rico’ na disputa

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

O candidato a deputado estadual pelo Podemos, Murilo Félix, filho do ex-prefeito Silvio Félix, é de longe o candidato com mais bens declarados junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), no DivulgaCandContas (Sistema de Divulgação de Candidaturas e de Prestação de Contas Eleitorais), no qual estão inseridos todos os candidatos e suas informações, inclusive as financeiras. Sua “lista de bens” soma R$ 4.783.995,63, em cadernetas de poupança, cotas ou quinhões de capital (participação em empresas), terrenos, veículos, fundos, entre outros bens. Ele é seguido pelo candidato a deputado federal à reeleição, Miguel Lombardi (PR), com R$ 1.358.921,84, em casas, renda fixa, veículos, terrenos, entre outros; em terceiro, o candidato a deputado estadual, também pelo PR, Gino Torrezan Jr., com R$ 1.294.079,54, em bens imóveis, veículos, cotas e quinhões de capital, depósitos em conta corrente, crédito de empréstimo, galpões, entre outros. Vale ressaltar que Torrezan Jr., apesar de limeirense, é candidato através do Diretório do PR de Dourado-SP.
Segundo os dados do TSE, o quarto colocado em bens declarados, ainda na casa do milhão, é o candidato a deputado federal Arthur Bueno (PPL), com R$ 1.040.153,26, também em aplicações em renda fixa, veículos, terreno, casas, apartamentos entre outros bens. E o quinto colocado é o candidato a deputado estadual pelo MDB, Rafael Camargo, com R$ 943.188,00, em depósitos bancários, créditos de empréstimo, cotas ou quinhões de capital, plano de aposentadoria privada, renda fixa, veículos entre outros.  A curiosidade entre os que declararam bens fica por conta do candidato a deputado estadual Barão Edinei Pereira (PMB), com R$ 46,34 em aplicações em renda fixa.
Já entre os que não declararam bens nenhum estão o sindicalista e candidato a deputado estadual pelo PPL, Dito Barbosa; Sandra Oliveira (Avante), candidata a deputada estadual e Antonio Carlos Pedro Jr., o Júnior, também do Avante, a Federal; Gu Tigers (DC), a deputado federal; a também candidata a deputada federal, Lívia Lazaneo (PSOL) e Rita Manuela Mattos dos Santos, a deputada federal pelo Patriota. Já a candidata a deputada estadual pelo PSL, Alessandra Stringheta, como não aparece ainda na relação do TSE, não há informações sobre sua declaração de bens à Justiça Eleitoral.

BENS DECLARADOS
Entre os demais candidatos, Cleber Leite (PRTB), a federal, aparece com R$ 700.000,00, com uma casa declarada; Dinho Limeira (DC), a estadual, com R$ 350.000,00, também uma casa, vem a seguir; Jorge de Freitas (Patriota), a deputado estadual, com R$ 325.000,00, em veículo, casa e terra nua; Carolina Pontes (PSDB), deputada estadual, com R$ 146.467,00, um apartamento; Mayra Costa (PPS), também a deputada estadual, com R$ 135.216,13, em cotas e quinhões de capital, poupanças e depósitos bancários; Wilson Cerqueira (PT), federal, com R$ 116.142,00 em casa e veículos; Elvira Vaz de Lima (DC), estadual, com R$ 109.000,00, em veículos e casa; André Moises (DC), também estadual, com R$ 97.518,85, em veículos, consórcio e terreno e Claudio Marques (PT), outro a deputado estadual, R$ 4.000,00, um veículo.
O link do DivulgaCandContas é http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2018/divulgacandcontas#/estados/2018/2022802018/SP/candidatos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*