PESQUISA:Colônias europeias em SP são abordas em Livro

PESQUISA:Colônias europeias em SP são abordas em Livro

Redação
LIMIERA
redacao@tribunadelimeira.com.br

O pesquisador limeirense José Eduardo Heflinger Júnior, lança, na próxima quinta-feira, 28, às 20h, no Espaço Cultural Engep, uma nova obra. Trata-se de O Destino das Colônias de Parceria da Província de São Paulo, que de acordo com ele revela fatos inéditos sobre as colônias europeias no Estado de São Paulo. São mais de 200 imagens raras dos séculos XIX e XX. São, ao todo, mais de vinte livros em trica e cinco anos de pesquisas sobre a história da imigração europeia no país, em especial na região de Limeira, considerada berço da imigração europeia pelo sistema de parceria.
Segundo o pesquisador, a obra tem como base textos inéditos, extraídos de originais datados do século XIX, fruto de pesquisas empreendidas em arquivos brasileiros e europeus. “O livro, em edição bilíngue e incentivado pela Lei Rouanet, com patrocínio pela Cirúrgica Fernandes, pretende responder às indagações dos curiosos e acadêmicos, quanto ao destino de milhares de colonos europeus, principalmente alemães, suíços e portugueses, após as revoltas ocorridas nas colônias de parceria das fazendas de café da Província de São Paulo”, disse Heflinger. Para ele, foi muito importante o acesso às correspondências consulares e aos processos de justiça, datados daquele período, envolvendo fazendeiros brasileiros e imigrantes europeus para a escrita desse volume.
“Essas peças documentais foram cruzadas com processos movidos pelos governos de Portugal, da Suíça e da Alemanha, fato que complementa de maneira significativa o banco de conhecimentos que será disponibilizado a partir da publicação da obra”, avaliou. Heflinger disse ainda que, entre outros documentos valiosos, encontrou o processo de falência da empresa Vergueiro e Cia, a mais importante da colonização do Brasil Imperial, que repassou milhares de imigrantes às colônias estabelecidas em inúmeras cidades. “Os estudos focaram inúmeras colônias em Piracicaba, Rio Claro e Ubatuba, por exemplo, e a importância das gestões de cônsules da Suíça em Campinas, que contrataram advogados para lutar em favor dos colonos contra os poderosos fazendeiros da província”, explicou, dando abrangência estadual para o novo livro.
A troca de informações entre o escritor e os pesquisadores do London and Brazilian Bank, ocorrida em 2015, também foi decisiva para a obtenção de fatos que destacam a decadência do sistema de parceria e a solução encontrada pelo governo paulista para a substituição do braço escravo pelo livre, de acordo com ele. O material de O Destino das Colônias de Parceria da Província de São Paulo passa a integrar o banco documental e iconográfico chamado “Carlota Schmidt Memorial Center”, constituído por Heflinger, que já é um dos mais importantes do tipo, atendendo a solicitações de órgãos governamentais, da imprensa, universidades e pesquisadores, além de subsidiar palestras, documentários, mostras em museus e matérias publicadas em TVs, jornais, revistas, sites e blogs em todo o mundo.
O Espaço Cultural Engep, fica no Largo da Boa Morte, 118, Centro. A entrada é gratuita.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*