Editorial

Editorial

Tudo às avessas

Duas situações extremas ou duas ameaças veladas? Não dá para analisar sobre qualquer outra ótica, senão pela conveniência do momento e, muito mais que isso, pela importância dos serviços que ambas as empresas, concessionárias privadas do segmento público, oferecem aos usuários e consumidores. Primeiro, a BRK Ambiental, através de sua direção e, agora a Viação Limeirense através de seu interventor, conforme mostrou a Tribuna de Limeira em seu site na segunda-feira, 21. As duas mantenedoras de exclusividades, para não dizer monopólios em dois setores essenciais à população, a distribuição de água tratada e o transporte público.
Às vésperas da votação do veto do prefeito Mario Botion (PSD), ao projeto da vereadora Lu Bogo (PR), que extinguia a cobrança de taxa pela religação de água após cortes efetuados pela concessionária, que seria derrubado, a BRK envia um ofício ao Poder Executivo, afirmando em tom categórico que se o projeto não fosse vetado, o equilíbrio financeiro da empresa exigiria aumento na tarifa a todos. Ofício este divulgado à imprensa pelo próprio Poder Executivo. E, agora, durante as negociações de reajuste salarial, o interventor na Viação Limeirense também acena com aumento de tarifa, caso os trabalhadores insistam no pedido de reajustes além da correção inflacionária. Ou seja, mais uma vez os usuários, de uma maneira geral pagariam o pato, também por conta do equilíbrio financeiro da empresa, que está altamente endividada e não se vislumbra nada pela frente além da intervenção que já passou de um ano.
Nada de velado, mas explícito. Ninguém nunca se lembra de perguntar sobre o equilíbrio financeiro do usuário. Do consumidor. Nesse caso, pelo visto, a moda já pegou. E mais nada a declarar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*