NOVO FÓRUM: Com atraso de 30 meses, obra é inaugurada

NOVO FÓRUM: Com atraso de 30 meses, obra é inaugurada

Redação
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

O novo Fórum Cível da Comarca de Limeira foi, finalmente, inaugurado, nesta segunda-feira, 12. Dois anos e meio após a primeira data prevista (setembro de 2015), a obra está pronta para ser mobiliada e começar a receber parte do expediente do Fórum Professor Spencer Vampré, no Centro, que, no entanto, continuará com as varas criminais. Conforme a Tribuna de Limeira adiantou em sua edição de sábado, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) e parte de seu primeiro escalão, especialmente a cúpula da Justiça, estiveram presentes no ato, que contou ainda com autoridades locais, civis e militares, como prefeito Mario Botion (PSD), seu vice, Dr. Júlio (DEM) e grande parte do secretariado, além de comando interino da PM no município.
Localizado às margens do anel viário (Via Antonio Cruañes Filho), no Jardim Nossa Senhora do Amparo, em frente ao Parque Cidade de Limeira, a obra custou, segundo nota divulgada pela Secretaria de Comunicação Social da Prefeitura de Limeira, R$19,6 milhões, com R$ 15,7 milhões do governo estadual e outros R$ 4milhões, ou seja, 20% do valor, de contrapartida da prefeitura, além da cessão ao Estado de parte do terreno que pertencia ao município. Em novembro do ano passado, conforme mostrou a Tribuna, o valor total da obra, naquele mês, era de R$ 18,9 milhões, sendo R$ 15,1 milhões do governo do Estado e R$ 3,8 milhões da prefeitura. A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos era quem administrava e fiscalizava os serviços. De acordo com o prefeito, quando ele tomou posse, em janeiro do ano passado, as obras estavam completamente paradas, mas conseguimos deslanchar e entregar ao Judiciário no menor tempo possível.
Com cerca de 7 mil m2 (metros quadrados) de área construída em área total de 24 mil m2, o prédio, com três pavimentos, tem capacidade para abrigar nove varas cíveis. Hoje a Comarca tem quatro instaladas e mais uma implantada, ainda não instalada. O local, de acordo com nota da Secretaria de Comunicação Social, possui áreas para o Tribunal de Justiça, Ministério Público, Defensoria Pública, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), para psicólogas, assistentes sociais, posto bancário e cartórios, além de estacionamento para 184 vagas. “É uma satisfação estar novamente aqui, uma das grandes cidades do estado de São Paulo. O município cresceu e precisava de um novo Fórum. A entrega desta obra é sinônimo de boas parcerias, especialmente com o poder Executivo de Limeira e o Judiciário. Este prédio vai trazer mais conforto aos servidores e mais qualidade nos serviços prestados à população”, disse, em discurso, o governador Alckmin.
Já o diretor do Fórum de Limeira, juiz Rilton José Domingues, agradeceu o esforço do município e do estado para que a obra fosse concluída. “Este é um momento muito esperado para a comunidade judiciária de Limeira e região. Neste prédio serão instaladas 7 varas cíveis, teremos aqui uma média de 10 juízes, 7 promotores, entre outros profissionais prestando importantes serviços à comunidade. Agradeço o apoio de todos para acelerar este processo”, ressaltou. E o secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania do estado de São Paulo, Dr. Márcio Fernando Elias Rosa, por sua vez, afirmou que o novo Fórum de Limeira exigiu um grande investimento do estado e a contrapartida do município. O local vai garantir um atendimento de qualidade aos profissionais da área jurídica e à população. A cidade irá ganhar muito com esta nova estrutura”, disse. Com a entrega do imóvel, caberá ao Poder Judiciário mobiliar e ocupar o local.

CDP TAMBÉM
A entrega e funcionamento do CDP (Centro de Detenção Provisória), outra obra que acumula várias prorrogações de prazos, também mostrado pela Tribuna em várias matérias, teve sua entrega e funcionamento anunciado pelo tucano para os “próximos dias”. “Nos próximos dias o CDP entra em funcionamento, o que significa que os presos que aguardavam o julgamento e geralmente ficavam nos distritos policiais serão encaminhados ao local, que também vai gerar empregos, cerca de 250. A medida será importante para as áreas da Justiça e da Segurança”, afirmou. O governador, que deve deixar o governo no início de abril, para concorrer à Presidência da República, só não falou em datas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*