Editorial

Editorial

Leitura obrigatória

Mais que mostrar o posicionamento que Limeira ocupa no IOEB (Índice de Oportunidade da Educação Brasileira), do CLP (Centro de Liderança Pública) um ranqueamento na área educacional, que envolve todos os municípios brasileiros, estados, capitais, além do Distrito Federal, a matéria publicada pela Tribuna de Limeira na edição da semana passada aponta para uma importante reflexão que deve ser feita pelo Poder Público. Até que ponto é necessário olhar para esses números e descobrir que além da posição do município no ranking (697º lugar) há outros dados importantes que devem ser avaliados do ponto de vista técnico sem, no entanto, achar que isso aponta para um demérito ou que o lugar deveria ser outro? É muito mais que apenas um número, mas uma oportunidade de aprender com ele. E o estudo e a leitura do relatório final do IOEB podem trazer novas perspectivas a essa área essencial ao desenvolvimento socioeconômico de uma cidade.
Mesmo por que nos índices comparativos Limeira não está tão atrás das outras que estão à sua frente, apontando inclusive para o índice médio geral do país (4,7), que está abaixo do local (5). Além disso, mais que os dados levados em consideração para fazer uma analogia entre um município e outro, é importante lembrar que as realidades são diferentes de um local para o outro; de um estado para o outro e, principalmente, que cada critério utilizado para a composição final do ranking, toda ela baseada em dados oficiais de cada uma das cidades, trazem uma informação específica a essas realidades. Só para citar um deles, no qual Limeira tem índice 9, que é a proporção de docentes com ensino superior completo, é bastante representativo. Por isso a necessidade dessa leitura, principalmente pelos gestores da educação, para quem o estudo é obrigatório.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*