Cães e gatos: município tem 13.045 com microchips

Cães e gatos: município tem 13.045 com microchips

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

Limeira tem, hoje, 1.953 gatos e 11.092 cães que já receberam microchips no DPBEA (Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal). Esse número, entretanto, não representa uma estatística precisa, uma vez que, de acordo com a diretora do DPBEA, Cristiane Kuscka Masutti, ele se refere a quantidade de microchipagens feitas. “Como a vida desses animais é relativamente curta e os proprietários não comunicam a morte de cada um, fica difícil saber quantos, de fato estão, hoje, microchipados”, explicou ela à Tribuna de Limeira.  O programa começou em 2009, ainda no governo Silvio Félix (PDT) e hoje atende gratuitamente proprietários que desejem fazer o procedimento.
Segundo Cristiane, a microchipagem é simples e feita gratuitamente pela Prefeitura de Limeira, no próprio DPBEA. “O chip é do tamanho de um grão de arroz, que é colocado intradérmico, por meio de um aplicador, entre as escápulas do animal. Ele é rápido, seguro e indolor”, explica. Ainda, de acordo com ela, o atendimento é feito de segunda à sexta-feira, das 10h às 16h ou, então nos mutirões que a prefeitura realiza nos bairros.

206 REGISTROS
Quanto ao abandono de animais, a diretora do DPBEA diz que não há um censo que indique a quantidade nas ruas. “Esse abandono acontece todos os dias, em todas as partes da cidade e em grande número”, lembra. Os bairros mais periféricos, de acordo com o que disse Cristiane à Tribuna, são os que registram maior número de animais abandonados. “O abandono, quando testemunhado, deve ser denunciado pelo 156 e também feito um BO (boletim de ocorrência), o que dá respaldo ao Departamento para responsabilizar quem comete esse tipo de ação. Também pode ser feito on-line ao DEPA (Delegacia de Proteção Animal)”, enfatizou. A diretora do DPBEA disse que neste ano já foram registradas 206 ocorrências, sendo 166 com cães e, destes, 70 são de abandono.
Em abril de 2017, a Tribuna de Limeira trouxe matéria mostrando que o número de denúncias por abandono, que chegava ao DPBEA, estava entre 20 a 50 por dia. Com as 70 registradas entre janeiro e primeira semana de fevereiro, esse número se manteve e até aumentou um pouco em relação a 2017.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*