Bola na Área

Bola na Área

Após o jogo em Piracicaba, pela A2, a Inter se volta para a estreia na Copa do Brasil, competição que leva o campeão à Libertadores. E, além de tudo, premia quem avança de fase. Para se ter uma ideia da valorização dessa disputa, a CBF, por exemplo, pagará R$ 600 mil ao São Paulo, que passou pelo Madureira.

Assim também ocorre com os demais times que já estão na segunda fase. A Inter, passando pelo adversário da terça-feira, embolsará a mesma quantia.

A derrota leonina em Votuporanga não muda em nada os planos da comissão técnica. Por ser um campeonato com times tecnicamente iguais, há tempo de sobra para a recuperação.

Os preços dos ingressos para a Copa do Brasil serão os mesmos que estão sendo praticados no Campeonato Paulista. R$ 30, arquibancada e R$ 50, cativa, com metade do valor para quem paga meio ingresso. Crianças até 7 anos têm entrada liberada.

O Independente vai disputar a Segundona, a partir de abril, mas esse fato só se concretizou devido a interferência de várias pessoas, indicando o Limeirão para os jogos do Galo. Mas, até o início da competição, haverá tempo suficiente para que o Pradão esteja totalmente em ordem.

E que a partir de agora, a diretoria trabalhe sempre no sentido de evitar tais dissabores. Há muitos anos o Independente sofre com a má gestão do estádio, sempre às voltas com todo tipo de problema.

Claro que a má gestão do campo não é exclusividade do Independente. Em Limeira, há o abandono contínuo de praças esportivas, pouco se importando os prefeitos e secretários que lá estão para cuidar dos prédios públicos. Algumas sobrevivem graças à população, que faz mutirões e quer locais de lazer para seus filhos.

Campeonato Paulista sem muitas novidades em relação a quem irá disputar o título. Apesar de início morno de São Paulo e Santos, os grandes, de novo, vão levantar a taça. Hoje, o favorito é o Palmeiras, pela estrutura e forte elenco. Mas, como sempre digo, o futebol não é uma ciência exata.

Grande abraço a Bruno Bastelli, que curtiu idade nova na quinta-feira, dia 1º. Saúde e paz, e que possa sempre desfrutar das coisas boas da vida. Felicidades sempre.

Gostaria de agradecer às centenas (creio que foram milhares), de pessoas que levaram o último adeus para Maria Cristina Bastelli. O carinho de tantos, parentes e amigos nossos, nos deixam confortados para seguir em frente, em memória dela. Como não me canso de repetir, ela foi mais do que guerreira, pois enfrentou a doença com tenacidade, sempre na esperança que iria se recuperar e voltar a fazer as coisas que tanto gostava. Não conseguiu, mas ganhou o descanso eterno e a certeza que sua passagem por esse plano não foi em vão. Nunca será esquecida. Foram 26 anos de convivência com ela, onde aprendi muito e, com certeza, ela também. Entendíamo-nos com um olhar, sem precisar de muitas delongas. Foi a companheira que tantos querem e eu busquei, até encontrar. Agora, fica a saudade, que nunca acabará.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*