Educação: Limeira é o 697º em ranking nacional

Educação: Limeira é o 697º em ranking nacional

Antonio Claudio Bontorim
LIMEIRA
claudio.bontorim@tribunadelimeira.com.br

O Município de Limeira é 697º lugar no IOEB (Índice de Oportunidade da Educação Brasileira) 2017, com o índice 5. Esta é a segunda edição do ranking, criado pelo CLP (Centro de Liderança Pública ), uma organização sem fins lucrativos e apartidária, que atua em três frentes de trabalho: mobilização, educação e gestão da transformação. De acordo com o CLP, o objetivo é desenvolver líderes públicos empenhados em promover mudanças transformadoras por meio da eficácia da gestão e da melhoria da qualidade das políticas públicas. No primeiro relatório, de 2015, a cidade alcançou o mesmo índice, 5. Esse índice está abaixo do índice médio do Estado de São Paulo, 5,3, e acima da media nacional, 4,7. Tanto o estudo, como o relatório final sobre o IOEB foram publicados em dezembro do ano passado.
Segundo o CLP, o IOEB é um índice único para cada município, estado e Distrito Federal. “Ele engloba toda a educação básica, do infantil ao ensino médio, de todas as redes existentes no local (municipal, estadual e particular), bem como todos os moradores locais em idade escolar, e não apenas os que estão efetivamente na escola”. O estudo é formado por um conjunto de dois grupos de fatores, que são os insumos educacionais, “ou seja, fatores essenciais para um bom resultado educacional e resultados educacionais, sejam eles de atendimento, de aprendizado ou de aproveitamento escolar”. Os indicadores de insumos e processos educacionais avaliam a escolaridade dos professores, o número médio de horas aula por dia, a experiência dos diretores e a taxa de atendimento na educação infantil. Já os indicadores de resultado educacional são o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), nos anos iniciais e finais do ensino fundamental e taxa líquida de matrícula do ensino médio. “O objetivo do índice é criar um indicador municipal de oportunidades educacionais”, diz o
relatório.

ÍNDICES
Apesar da atual posição de Limeira no ranking geral, Limeira está acima da média dos municípios, que é de 4,7. Nos indicadores de insumos, Limeira fica à frente do Estado de São Paulo, com o índice 1,2, contra 1 e abaixo nos resultados, 3,8 contra 4,0. No geral, o índice estadual é de 5,3. Já em relação a capital paulista, os insumos têm o mesmo índice (1,2) e nos resultados, também fica atrás, com 4,1 da capital paulista contra 3,8 do município. Já em relação aos municípios da região, Iracemápolis, com o índice geral de 5,3, fica em 196º lugar, crescendo dois pontos em relação a 2015, quando obteve 5,1%. O único município atrás de Limeira é Cordeirópolis, que caiu de 5,1 em 2015, para 4,8, em 2017 e hoje ocupa o 1.226º lugar.
Já Americana cresceu um ponto, passando de 5,1, em 2015, para 5,2, em 2017 e hoje ocupa o 228º lugar. Santa Bárbara D’Oeste também cresceu de 5,1 para 5,3 e hoje ocupa a 168ª posição, sendo o melhor ranqueado da região. Piracicaba caiu de 5,3, em 2015, para 5,1, em 2017, mas também está à frente de Limeira, em 376º lugar. Assim como Rio Claro, que caiu de 5,2 para 5,1 e está em 378º.
Nos fatores formadores do IOEB, Limeira apresenta os seguintes índices, conforme os dados do relatório final do estudo, também na variação de zero a 10: proporção de docentes com pelo menos o ensino superior completo, 9, 2 (índice nacional é igual a 8); média de hora aula diária das escolas públicas e privadas das turmas de ensino fundamental e/ou ensino médio, 2,7 (índice nacional 1,6); proporção de diretores com pelo menos 3 anos de experiência na escola, 5,9 (6,2); proporção de diretores com pelo menos 6 anos de experiência na escola, 3,6 (2,4) e taxa de atendimento na educação infantil (0 a 6 anos), 5,1 (4,3). E, para finalizar, no índice de resultados, os números são os seguintes: Ideb dos anos iniciais ajustados, Limeira apresenta 6, contra 5,5 do índice nacional; Ideb dos anos finais ajustados, 4,7 (índice nacional de 4,6) e taxa líquida de matrícula no ensino médio, 5,7 (6,1 no nacional).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*