Fora de Expediente

Fora de Expediente

Antonio Claudio Bontorim
Danilo Janine
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

Estrela que desce
Tem petista saindo do quadradinho em Limeira. Se deixando levar pela opinião de terceiros, para tentar emplacar não se sabe o que e nem como. Algumas lideranças não batem mais cabeças. Perderam as próprias.

Irrecuperável?
Com lideranças dessa natureza vai ser difícil o partido se recuperar na cidade.

Cartola
Ex-vice-prefeito Antonio Carlos Lima (PT), atual presidente do PT em Limeira, que chegou a ser cogitado para ocupar a vice-presidência do Independente, em chapa encabeçada pelo sindicalista Betinho, explicou à coluna que aceitou o convite atendendo um pedido do amigo ligado ao Sindicato do Papeleiro.

Sempre presente
A dupla resolveu, de última hora, retirar a candidatura. Lima disse que apesar disso, seguirá colaborando, como sempre fez, inclusive com a Internacional, onde também jogou.

Novos ares
O ex-vice-prefeito também afirmou a coluna que não será candidato nas eleições do ano que vem e que o PT ainda estuda se terá candidatos e quais os nomes.

Estrela que sobe
Quem esteve na coletiva de Mario Botion (PSD) sobre a TV Cultura percebeu a desenvoltura do secretário Jurídico da Câmara, Valmir Caetano, eleito recentemente presidente do PSDB local. Caetano acompanhava o presidente Zé da Mix (PSD), que teve assento na mesa principal.

Inconformismo
Zé da Mix mostrava-se inconformado com a situação e não parava de perguntar como “um prefeito pode ceder um bem público, causar tantos transtornos e passar impune por isso?”, lembrando que foi ele quem movimentou a população com o primeiro ato de Hadich, quando doou o canal à TV Opinião, de Araras.

De volta à cena
E por falar em PSDB, há quem diga que com a escolha de Valmir Caetano para presidir o partido em Limeira, quem ganha é o empresário e eterno candidato Lusenrique Quintal (PSD), que é extremamente próximo ao secretário Jurídico da Câmara e a Zé da Mix.

Em 2018
As eleições do ano que vem darão uma mostra disso. O PSDB terá candidato (s) em Limeira? E O PSD?

E estava escrito
Fica cada vez mais claro porque o ex-prefeito Paulo Hadich (PSB) foi derrotado na disputa pela reeleição no ano passado. O quarto lugar que obteve foi um recado nas urnas. E tem ex-assessor que ainda não entendeu.

Todo cuidado…
Já Mario Botion precisa se precaver e fazer uma reavaliação de alguns departamentos de seu governo, se não quiser ir para o mesmo caminho. As lições estão bastante claras nesse sentido.

Sempre o Facebook
Postura extremamente criticada pela oposição durante o governo Hadich, o uso das redes sociais, em especial o Facebook, por servidores comissionados (e alguns efetivos) durante o horário de trabalho continua na gestão Botion e não estaria agradando o prefeito, que já teria buscado informações de quem seriam aqueles que passam o dia conectados.

Repreendidos?
A pergunta é: Botion irá repreender estes servidores?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*