Fora de Expediente

Fora de Expediente

Antonio Claudio Bontorim
Danilo Janine
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

Na medida certa
Vem diminuindo, consideravelmente, o embate nas redes sociais entre petistas e tucanos. É que nenhum dos lados tem mais o que falar do outro, uma vez que a vala comum engoliu os dois da mesma forma.

Ironia estrelada
Há até certa ironia por parte dos petistas, que na expectativa, e por que não dizer temor, de ver a prisão de Lula decretada, assistem a Aécio Neves sendo recolhido em quase uma prisão domiciliar noturna. Não está fácil para ninguém.

Sem lado para ir
Em Limeira a representatividade do PT caiu praticamente a zero. Principalmente após o afastamento “voluntário” de uma de suas principais lideranças, Ronei Martins. O partido parece ter perdido a liga.

Ainda sem brilho
Já no PSDB, apesar de dois vereadores na Câmara, também não consegue voltar a ter aquela visibilidade. A impressão que dá é que um não consegue viver sem o outro. E como ambos estão na berlinda…

Nova chapa
Ainda sobre os tucanos, o Secretário Jurídico da Câmara, Valmir Caetano, foi eleito o novo presidente do PSDB em Limeira pelos próximos dois anos. A vereadora Carolina Pontes assumiu a vice-presidência.

A porta da rua…
Parece que as lideranças tucanas na cidade já preparam a expulsão do partido daquele filiado “porta voz oficial” do governo Mario Botion (PSD).

Enquanto isso
Já no PT, Florisvaldo Cardoso de Moura, aquele filiado que declarou e pediu votos para Paulo Hadich (PSB) nas eleições do ano passado, ignorando o candidato do partido, Cláudio Marques, e que depois de questionado disse que pediria a desfiliação, segue firme e forte no grupo. Pelo menos é o que consta no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e que foi confirmado por lideranças petistas.

Sempre comissionado
O “petista” Flor, como é carinhosamente chamado pelos amigos, ganhou um carguinho comissionado no início do ano no governo de Adinan Ortolan (PMDB) em Cordeirópolis. Vale lembrar que Adinan foi durante muitos anos filiado ao Partido dos Trabalhadores.

PSB OU PMDB
Na ocasião, conforme apurou a coluna, Flor teria dito que se filiaria ao PSB de Hadich. Talvez, hoje, após a derrota do ex-chefe nas urnas, ele pense em se filiar ao PMDB.

Criando monstros…
O efeito Jair Bolsonaro (PSC), que conforme nova pesquisa divulgada recentemente, já apareceria com mais de 30 milhões de votos para presidente da República nas eleições do ano que vem, seria o mesmo que “ressuscitou” a família Félix na política de Limeira?

Administrações ruins
No caso do deputado federal pelo Rio de Janeiro, os governos Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB), com avaliações baixíssimas e envolvidos em escândalos de corrupção, acabaram levando a população a acreditar que Bolsonaro seria a solução para os problemas do país. Já em Limeira, a gestão Paulo Hadich, que não agradou a maioria (tanto é que ele terminou em quarto no pleito), teria colaborado para o ressurgimento da família Félix.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*