Fora de Expediente

Fora de Expediente

Antonio Claudio Bontorim
Danilo Janine
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

Foi salvo pela…
…emenda. Enfim, o Presidente Michel Temer (PMDB) conseguiu se safar de ser investigado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) por corrupção passiva. Escorado pelas emendas parlamentares que distribuiu, ele conseguiu os votos necessários para arquivamento da denúncia da PGR (Procuradoria Geral da República).

No rastro do PR
O deputado limeirense Miguel Lombardi (PR) votou a favor de Temer. Não justificou nada, como fez na votação do impeachment de Dilma Rousseff (PT). Apenas disse sim e saiu às pressas.

Estava esquecido
Será que o deputado se esqueceu da entrevista que concedeu à Tribuna (a única manifestação pública dele na imprensa local sobre o assunto), onde afirmou que era preciso apurar, antes de sentenciar? Poi é! Ele não só não permitiu a investigação como sentenciou antes, inocentando Temer.

Não caiu bem
Após seu voto, Lombardi foi duramente criticado nas redes sociais por eleitores de Limeira, que queriam o presidente investigado.

Agora vai…
Com Temer mantido no cargo, será que agora seu grande amigo limeirense e também peemedebista Milton Caram terá seu cargo no governo federal? Vaga não vai faltar, principalmente em postos que os tucanos e peemedebistas deverão perder pela defecção na hora do voto.

Volta o trabalho
Na próxima segunda-feira, 7, a Câmara de Vereadores retoma as sessões. Findo o recesso parlamentar, os vereadores voltam a se reunir em Plenário para deliberar sobre os temas de “interesse do município”. Como datas no calendário oficial de eventos, nomes de ruas e logradouros públicos, criação de diplomas de homenagem…

Dando explicações
Na quarta-feira, 2, logo após anunciar o aumento na passagem de ônibus, o prefeito Mario Botion (PSD), o secretário-chefe de Gabinete, Edison Moreno Gil, o secretário de Mobilidade Urbana, Rodrigo Oliveira, e o secretário de Comunicação Social, Antônio Peres, se reuniram com os vereadores para “dar explicações” sobre a decisão.

A porta fechadas
A reunião, que ocorreu na sala de reuniões do Gabinete, teria sido tranquila e sem qualquer questionamento mais pesado por parte dos parlamentares. Constância Félix (PDT), Wagner Barbosa e Marco Xavier, ambos do PSB, não teriam participado da reunião.

Justificativas
Em nota enviada a imprensa pela Secretaria de Comunicação Social, o governo Botion tentou, de uma maneira excessiva, explicar os motivos que levaram ao aumento.

Agenda lotada?
Não teria sido mais interessante para o governo Botion convocar uma coletiva com a imprensa para avisar sobre o reajuste?

Missão complicada
E por falar em agenda de Botion, o secretário de Comunicação Social, Peres, terá uma missão complicada: a de melhorar a imagem do prefeito junto a opinião pública com uma agenda positiva.

Sempre online
Algumas coisas não mudam, mesmo. Seja no governo Silvio Félix (PDT), Paulo Hadich (PSB) e agora Mario Botion (PSD), sempre haverá comissionado do alto escalão usando as redes sociais durante o expediente. E não a trabalho.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*