CONTA DE LUZ: Bandeira tarifária passa a amarela

CONTA DE LUZ: Bandeira tarifária passa a amarela

Agência Brasil
BRASÍLIA
redação@tribunadelimeira.com.br

A bandeira tarifária para o mês de setembro será amarela, com acréscimo de R$ 2,00 a cada 100 quilowatts-hora (kwh) consumidos na conta de luz. Segundo a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), o que determinou a mudança da bandeira de vermelha para amarela foi a melhora das condições hidrológicas nas regiões Sul e Sudeste.  Em agosto, a bandeira tarifária em vigor é a vermelha patamar 1, com acréscimo de R$ 3 a cada 100 kwh consumidos. Segundo o relatório do Programa Mensal de Operação do ONS (Operador Nacional do Sistema), o valor da usina térmica mais cara em operação é de R$ 411,92/megawatts/hora, o que determinou a redução da bandeira vermelha para a amarela.
A cor da bandeira tarifária depende do custo de acionamento das usinas termelétricas. O sistema de bandeiras tarifárias foi criado para recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração. Quando chove menos, por exemplo, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país.

DOMINGO, 27
A partir deste domingo, a tarifa de energia da Elektro terá reajuste médio de 10,40%, autorizado pela Aneel na última terça-feira, 22. Para os clientes residenciais, haverá um aumento no valor da conta de 10,47% e para os grandes consumidores, como indústrias, o aumento será de 10,27%. De acordo com a concessionária, o reajuste tarifário é um processo anual, em que são atualizados custos relacionados à compra de energia (geração e transmissão), tributos e encargos setoriais, sobre os quais as distribuidoras não possuem gerenciamento, ou seja, elas apenas repassam esses custos na tarifa do consumidor. Ainda de acordo com a Elektro, a tarifa de energia elétrica subiu em 2017 por conta, principalmente, do aumento nos custos de transmissão, que sofreram variação de 141% no período considerado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*