LDO 2018: Orçamento pode chegar a R$ 1,043 bi

LDO 2018: Orçamento pode chegar a R$ 1,043 bi

A Câmara de Vereadores aprovou, no último dia 19 de junho, a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), cuja previsão de arrecadação para a prefeitura, SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgotos), Emdel (Empresa de Desenvolvimento de Limeira) e IPML (Instituto de Previdência Municipal de Limeira) é de R$ 1,043 bilhão para 2018. “Um crescimento de 4,6% sobre a de 2017, que foi de R$ 997 milhões”, explicou à Tribuna de Limeira o secretário de Gestão Estratégica, André Basso. De acordo com ele, a legislação aprovada na Câmara já voltou para o autógrafo do prefeito e publicação no JOM (Jornal Oficial do Município) nos próximos dias. A LDO foi enviada no final de abril.
Segundo Basso, o que está previsto na LDO, os R$ 1,043 bilhão, é a receita definida e que será avaliada, podendo ter redução ou aumento. “É tudo o que a prefeitura pretende arrecadar em 2018, com maior fatia do IPML”, afirmou. Ainda de acordo com ele, essa maior fatia atribuída ao IPML é justamente porque o Instituto faz aplicações no mercado financeiro, para garantir o pagamento das aposentadorias aos servidores lá na frente. As previsões para o IPML tem maior elevação na receita, passando de R$ 123,9 mi para R$ 161,3 mi, o que corresponde a um incremento de 30%, conforme estimativas da LDO. “É uma verba de contingência, que cresce ano a ano, com a contribuição patronal e do servidor, e a rentabilidade da aplicação”, disse Basso, lembrando que sem considerar a fatia do IPML, o crescimento da receita previsto fica bem abaixo de 1%.

PPA E ORÇAMENTO
André Basso explicou que a próxima etapa, para se chegar ao orçamento de 2018 é o envio, em agosto, do PPA (Plano Plurianual), que contempla os próximos quatro anos, ou seja, de 2018 a 2021 e “define os programas de governo, as ações a serem tomadas e as metas da administração Mário Botion (PSD)”, lembrou. E é, de acordo com ele, “justamente com o envio do PPA, que será elaborado um novo estudo, que poderá elevar para mais ou menos esse valor do orçamento para 2018”.
Até o próximo dia 30 de agosto a prefeitura vai remeter o PPA à Câmara e, com ele aprovado, até o dia 30 de setembro, segue o Orçamento 2018, aí sim, já com os valores definidos, para que os vereadores comecem a discutir, proponham emendas e o aprovem. “E todos os valores, com os porcentuais de cada secretaria municipal e autarquia, com previsão de receita e arrecadação, que estarão plenamente definidos para que possamos administrar, aí sim, com um orçamento elaborado pela atual administração”, finalizou André Basso.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*