CONCERTO: Orquestra Sinfônica de Limeira recebe o violista canadense Peter Pas

CONCERTO: Orquestra Sinfônica de Limeira recebe o violista canadense Peter Pas

A Orquestra Sinfônica de Limeira apresenta o 4º Concerto da Temporada 2017 nesta quinta-feira, 22, às 20h30, no Teatro Vitória, com a participação como solista do violista Peter Pas, que irá executar as obras Romance Para Viola, de M. Bruch, e Fantasia Para Viola, Op. 94, de Hummel, J. Nepomuk.
Sob regência do maestro Rodrigo Müller, além das peças para viola, a orquestra apresenta também Capriccio Espagnol, de N. Rimsky-Korsakov, e uma belíssima homenagem aos compositores brasileiros Heitor Villa Lobos, com a Bachianas Brasileiras n. 4 Prelúdio, e Camargo Guarnieri, com a Dansa Brasileira.
Os ingressos custam R$ 12 inteira e R$ 6 meia entrada e podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Vitória ou através do site www.bilheteriarapida.com.br.
Os trabalhos desenvolvidos pela Orquestra Sinfônica de Limeira são realizados pela Secretaria de Cultura e Sociedade Pró Sinfônica de Limeira. Contam também com patrocínio ouro da Unimed Limeira, patrocínio prata de Carlton Plaza Hotéis, patrocínio bronze de Ricardo Fadelli Fotografia e apoio cultural de Gráfica VS, Mix Cópias, Printness Soluções, Casarão Café e Floricultura Mercuri. Informações pelo e-mail contato@sinfonicadelimeira.com.br ou telefone 3451-0502.

PETER PAS
Nascido no Canadá, de pai belga e mãe chinesa, Peter se iniciou na música ao violino com apenas três anos. Ele é hoje reconhecido pela sua sonoridade fantástica na viola e seu sensível espírito artístico. Desde que venceu a audição de solista no naipe de violas da Osesp (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo), em 1998, ele participou de mais de 1,5 mil apresentações na Sala São Paulo.
Seus momentos inesquecíveis incluem turnês internacionais com a Osesp, como a récita no London Proms, no Musikverein, na Philharmonie de Berlim, no Concertgebouw, de Leipzig, no Lincoln Center, de Nova York, no Teatro Colón, de Buenos Aires, entre outros.
Também foi marcante sua participação na Sinfonia Alpina, com Frank Shipway. Foi solista em peças para viola de Hindemith, Mozart, Hoffmeister, Gubaidulina e John Adams, entre os programas de destaque recentes. Peter também é músico do Quarteto de Cordas da Osesp.
Além de sua atuação como solista, ele integrou o grupo de música contemporânea Camerata Aberta. Foi ainda músico fundador do Quarteto de Cordas Portinari. Ao lado de sua esposa, Soledad, interpreta seus próprios arranjos e faz a divulgação de peças inéditas para viola e harpa, como participantes do Duo Portinari, em homenagem ao pintor Cândido Portinari.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*