Fora de Expediente

Fora de Expediente

Antonio Claudio Bontorim
Danilo Janine
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

Um ano em dois
Com tantas datas no calendário municipal, das mais inusitadas àquelas, de fato pertinentes, Limeira vai precisar de um ano de 24 meses para poder encaixar tudo o que foi aprovado na Câmara até agora.

Estão aprovadas
O candidato a prefeito pelo PSDB de Limeira, Eliseu Daniel, distribuiu nota à imprensa, dizendo que a Justiça Eleitoral considerou aprovadas suas contas de campanha nas eleições municipais de 2016, assinada pelo juiz eleitoral Marcelo Ielo Amaro.

E com detalhes
O ato foi publicado no Diário da Justiça Eleitoral, à página 326, no último dia 10 de maio. O sistema informatizado registrou a aprovação no dia 5, também de maio. Segundo a sentença, o MPE (Ministério Público Eleitoral) também recomendou a aprovação. Inclusive sobre a movimentação de recursos durante a campanha.

Vale lembrar…
… que Eliseu Daniel teve seu nome citado em delações da Lava Jato, como beneficiário de doações da Odebrecht através de caixa dois na campanha de 2012. Ele, o ex-prefeito Paulo Hadich (PSB) e Lusenrique Quintal (PSD), todos candidatos à prefeitura naquele pleito.

Apesar de presentes
O projeto de reestruturação administrativa da Câmara foi aprovado na sessão da última segunda-feira, 15, por 18 votos favoráveis e duas abstenções, Lemão da Jeová Rafá (PSC) e Pastor Nilton (PRB). Até o oposicionista Wagner Barbosa (PSB) votou favorável.

Por que será?
Ambos, Lemão e Pastor Nilton, vice e presidente da Câmara na última Legislatura estavam presentes. Eles também tinham um projeto de reestruturação, mas foi o de Zé da Mix (PSD), o atual presidente, o aprovado.

Desgaste
A decisão do CPP (Centro do Professorado Paulista) de Limeira em não participar dos atos contra as reformas do presidente Michel Temer (PMDB) no dia 28 de abril não foi muito bem recebida em sindicatos como a Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) e o Sindsel (Sindicato dos Funcionários e Servidores Municipais de Limeira).

Entre tapas e beijos
O protesto também serviu para colocar lado a lado sindicalistas rivais. Inimigos históricos se juntaram contra as medidas do Temer. Cena inimaginável para muitos.

Descanso merecido
O ex-prefeito Paulo Hadich (PSB) irá se aposentar. Não da vida política e sim como delegado de polícia. Atuando em Araras desde a derrota nas eleições do ano passado, o ex-prefeito já deu início ao processo, com o envio do pedido ao Juizado Especial da Fazenda Pública do Estado de São Paulo.

Carreira policial
No pedido ao governo do Estado, Hadich cita os mais de 30 anos atuando como servidor público, 20 destes como delegado.

Mi casa…
Dado curioso é o endereço informado por Hadich como residencial no pedido. Ele cita um prédio na Vila Mariana, em São Paulo, onde moraria uma de suas filhas, e não seu endereço em Limeira.

De novo a saúde…
O atrito entre o prefeito Mário Botion (PSD) e o Hospital Humanitária, após anuncio da suspensão do atendimento na pediatria e maternidade a partir do dia 22, conforme mostrou o jornal Gazeta de Limeira, é mais um sinal do quão problemática está a saúde na cidade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*