Do presidente Michel Temer (PMDB), em vídeo distribuído pelo Palácio do Planalto, para rebater o delator da Odebrecht, Márcio Faria, que confirmou a presença de Temer em reunião que serviu para consolidar pedido de propina.