Antonio Claudio Bontorim
Danilo Janine
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

Para lembrar
Ainda em 2015, quando era vereador, o agora vice-prefeito Dr. Júlio (DEM) protocolou documento junto a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), solicitando a extensão do percurso do trem intercidades – que vai chegar a Americana – até Rio Claro, passando por Limeira. À época, o movimento tinha adesão da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) das duas cidades.

Foi o primeiro
Nesse caso, para fazer justiça a quem de direito, esta foi a primeira manifestação de um político limeirense no caso do trem intercidades. Agora, com a publicação da Tribuna, de que ele para em Americana, mais e mais políticos estão se engajando nessa luta.

Explicações
Dr. Júlio procurou a coluna para lembrar deste fato e também para falar de uma conversa que ele teve com o governador Geraldo Alckmin (PSDB) em 2016 sobre o tema.

Garantias
Ainda segundo o vice-prefeito afirmou à coluna, o trem chegará em Limeira. Talvez em um segundo momento, mas chegará. A luta, conforme ele, é para que ele venha já nesta primeira fase do projeto.

Outras cidades
O discurso é o mesmo do prefeito Mário Botion (PSD), que prometeu, inclusive, levar o assunto para os municípios que fazem parte do Conglomerado Urbano de Piracicaba, que também seriam beneficiados com o trem chegando a Limeira.

Para lá ou …
… Para cá? Será que o vereador Clayton Silva (PSC) gostaria de começar a ser tradado como “sem partido”?

Ou é ou não é
A questão é simples. Não existe consciência sem ideologia. Querer impingir uma “escola sem partido” a pretexto de questões morais, políticas, religiosas, entre outros, é, no mínimo, um crime contra a própria consciência.

Ideia semelhante
Projeto semelhante é defendido pela família Bolsonaro. Além do pai, o deputado federal Jair Bolsonaro, um filho, que é vereador no Rio de Janeiro (Carlos) e outro, também deputado federal (Eduardo) , todos do PSC.

Tudo por uma foto
Vale lembrar que o nobre vereador Clayton Silva foi personagem de matéria do jornal O Estado de S. Paulo online sobre políticos do interior que ficam esperando na porta do gabinete de Jair Bolsonaro para tirar uma foto com o deputado.

Na mira de lá
O livre arbítrio não pode ser manchado porque há grupos políticos que querem proibir professores de debater assuntos que dos quais eles não gostam. Ou não têm competência para debater. Opções políticas, ideológicas, de crenças religiosas ou sexuais não podem ser impostas pela proibição de debates.

Darwin, não!
Se isso continuar, daqui pra frente alguém pode querer proibir até o ensino da teoria evolucionista, de Charles Darwin. Como acontece em escolas americanas de crença evangélica. O vereador precisa saber que a Terra é redonda e gira em torno do Sol e sobre seu próprio eixo.

100 dias…
Os 100 primeiros dias do governo Botion em Limeira foram marcados por críticas de opositores nas redes sociais. Alguns até culparam o atual prefeito por problemas herdados de seu antecessor, Paulo Hadich (PSB), como a questão da licitação do transporte coletivo, por exemplo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*