Fora de Expediente

Fora de Expediente

Antonio Claudio Bontorim
Danilo Janine
LIMEIRA
redacao@tribunadelimeira.com.br

É melado bom
Os debutantes na Câmara de Vereadores estão inundando as redes sociais com notícias sobre seus mandatos, através de prestação de contas e atividades parlamentares. Se atuarem em benefício da comunidade como estão se utilizando da comunicação, Limeira terá uma Câmara exemplar.

Quem nunca…
… comeu melado, quando come se lambuza. Esse é o perigo dessa vaidade toda. Nesse caso, nenhuma exceção é permitida à regra. É preciso tomar cuidado com isso. Parcimônia é bom na hora de divulgação, para não cair no erro de parecer que está inventando a roda.

Bom para mídia
O projeto de decreto legislativo do vereador Anderson Pereira (PSDB), que pretende retirar o Título de Cidadão Limeirense do ex-presidente Lula (PT), concedido em 2011, é mera questão de marcação de território político. E fonte de inspiração para o acirramento das relações políticas.

Fósforo aceso
Pereira pode estar entrando numa polêmica perigosa e desnecessária. Ele joga mais gasolina nessa fogueira. O país está precisando mais de bombeiros e não de incendiários.

Falta de respeito
A postura do vereador mostra, inclusive, certa falta de respeito com os ex-parlamentares da época, que aprovaram a homenagem por unanimidade.

Votaram sim
Entre eles estão os então vereadores Mário Botion (PSD), Paulo Hadich (PSB) e Miguel Lombardi (PR).

Pela culatra
Pereira não pode se esquecer que caciques de seu partido também estão nas delações da Lava Jato. O senador Aécio Neves, o governador Geraldo Alckmin, o ministro das Relações Exteriores, José Serra, entre outros. Um tiro que pode ricochetear e voltar.

Dor de cabeça
O tucano também não deve ter pensado que sua postura causaria a ira de petistas. Uma dor de cabeça desnecessária, já que revogar esse título não traz nada de positivo, na prática, para a cidade.

Clima quente
O clima não deve ser dos mais amigáveis na sessão de segunda-feira, 20, na Câmara. Grupos ligados ao PT devem lotar o plenário para protestar. Vamos ver como o Anderson Pereira atuará sob pressão.

Desafios da saúde
Novo secretário de Saúde, o médico Gerson Hansen disse que, hoje, o maior desafio na pasta é diminuir o tempo de espera nas consultas com especialistas. Psiquiatria, cardiologia e neurologia são as especialidades com as maiores filas, segundo ele.

Explicações
Vice-prefeito Dr. Júlio (DEM) afirmou à coluna que só não aceitou comandar a Saúde pelo conflito de interesses que  assumir o cargo poderia causar pelo fato de ter uma empresa que atua na área. Ele afirmou que, apesar disso, acompanha de perto tudo o que acontece na pasta.

‘Sou vice-prefeito’
Dr. Júlio foi claro ao afirmar que quer atuar como vice. “Fui eleito com o Mário para ser um gestor e quero atuar em todas as áreas. Não em uma secretaria específica”, disse.

Bate e volta
Botion esteve em Brasília na terça-feira, 14, e aproveitou para visitar Miguel Lombardi. A agenda oficial do prefeito na capital federal, divulgada pela Secretaria de Comunicação Social só na quinta-feira, 16, foi visitar os ministérios da Saúde, Educação, Cidades e Meio Ambiente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*