A postura da Prefeitura de Limeira em relação à proliferação de capivaras no Parque Ecológico do Jardim do Lago pode gerar interpretações de descaso com o problema. Animal silvestre e protegido por lei, a capivara é o hospedeiro do carrapato estrela e, se contaminada, pode transmitir a febre maculosa – que mata – ao ser humano. Independentemente dos animais – que nem deveriam estar lá – estarem ou não contaminados, eles devem ser removidos imediatamente.
Reportagem da Tribuna de Limeira da semana passada mostrou que são entre25 e 28 capivaras – algumas com filhotes – no Parque Ecológico. Em nota enviada pela Secretaria de Comunicação Social, a prefeitura limitou-se a dizer que “as secretarias de Saúde e Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente farão vistoria no local para verificação e tomada de medidas”.
Não é de hoje que as capivaras estão lá, ou seja, o problema é antigo e basta uma simples volta de poucos minutos no parque para ver os animais. Esses poucos mais de dois meses de governo Mário Botion (PSD) são mais que suficientes para que os responsáveis na prefeitura tomassem conhecimento do problema.
Tirar os animais de lá não seria um grande problema para o a prefeitura, que, em tese, teria profissionais gabaritados para isso. Além da remoção, medidas para evitar que eles voltassem ao parque – que oferece ambiente propício para eles se alimentarem e reproduzirem – também são necessárias, segundo o gestor ambiental, Carlos Pereira, ouvido pela Tribuna.
Limeira é carente em opções de lazer como o Parque Ecológico do Jardim do Lago, usado pelos moradores de uma região extremamente populosa, o que torna ainda mais urgente uma solução rápida para o problema.
Vale lembrar que uma das promessas de campanha de Mário Botion era de sempre ouvir a população. Aí está uma maneira de fazer o prometido.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*