Nem mais, nem menos

Nem mais, nem menos

Dificilmente as obras do novo Fórum serão entregues nos prazos estipulados. Tanto pela Secretaria de Justiça do Estado (julho), quanto pela Prefeitura de Limeira (agosto ou setembro). É só dar uma passada pelo canteiro de obras, como fez a reportagem da Tribuna de Limeira, para se ver que ainda falta muito do entorno, apesar da garantia de que a área interna esteja praticamente concluída. Setembro de 2015 e depois março de 2016 foram as primeiras datas não cumpridas para a inauguração. E que fique bem claro, da obra, e não propriamente do início das atividades, que depende ai sim, exclusivamente do Estado. E esse é e tem sido o problema. Desde o seu início. A prefeitura toca e fiscaliza a obra conforme o repasse de verbas, já empenhadas, na Secretaria de Justiça que, por sua vez, as libera à base de conta-gotas. Planilhas da Secretaria de Obras e Serviços Públicos do município mostram essa realidade e, consequentemente, a divergência nesses prazos de entrega.
Para alguns técnicos, mais uma vez a obra deixa 2017 e entra no calendário, já de 2018. E, então, a estranha – ou forçada – coincidência. O ano que vem tem em seu calendário as eleições para governadores e presidente, além das casas legislativas estaduais e federais. Não seria de se estranhar, portanto, intenções eleitoreiras nessas obras. Assim como a da duplicação da rodovia que liga Piracicaba a São Pedro (SP-304), que já deveria estar pronta, mas nos últimos anos tem figurado apenas nas estatísticas de mortes violentas no trânsito. Quem paga essa conta? A vida, como se sabe, não tem preço. Mas, os interesses meramente políticos, sim. O mesmo caso envolve o novo Fórum de Limeira. Evidente que de forma não tão trágica como a rodovia, mas também com seu grau de gravidade. A cultura política do uso de obras para dar visibilidade a políticos é tão recorrente quanto a própria corrupção.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*