Direitos e deveres

Direitos e deveres

No final de semana em que milhões de pessoas saíram às ruas de várias cidades do país, entre elas Limeira (onde milhares participaram), para protestar contra os atos de corrupção na política nacional, a Tribuna de Limeira trouxe a manchete sobre as fraudes (gatos) nas redes de energia elétrica e de água em Limeira. Os 256 casos de irregularidades descobertos pela Elektro somente em 2015, e as 39 ligações diretas na rede de água flagradas pela Odebrecht Ambiental desde 2014, podem servir para reflexão da população. De que adianta cobrar mais transparência do Poder Público e marchar contra a corrupção na política, se a própria população não cumpre com seus deveres básicos na sociedade.
A intenção deste Editorial não é dar uma lição de moral em ninguém. E que atire a primeira pedra quem nunca cometeu nenhuma pequena infração, que seja no trânsito. Porém, é importante ressaltar que há uma grande diferença entre estacionar em fila dupla durante alguns minutos (ato irregular e passível de multa) e furtar energia elétrica ou água (crime que pode levar à prisão).
É um direito de todo cidadão protestar contra o governo que quiser. Em uma democracia onde os políticos são eleitos de forma direita por esta mesma população, é natural que as pessoas cobrem estes governantes quando entenderem que eles não estão atendendo suas expectativas.
O que soa um pouco estranho é o cidadão que furta energia elétrica ou água marchando contra a corrupção. É algo parecido com o político de oposição acusado na mesma investigação que incrimina seu rival de sair às ruas pedindo a condenação de seu opositor.
A população pode e deve, sempre, sair às ruas e lutar por seus direitos. Antes disso, deve lembrar-se de cumprir com seus deveres.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*