Cuidado com o empréstimo consignado

Cuidado com o empréstimo consignado

As facilidades de se conseguir um empréstimo consignado escondem um grande risco para aposentados e pensionistas. Com perdas significativas nos salários ano após ano desde o momento da aposentadoria, a classe se ilude com as facilidades deste tipo de empréstimo como uma saída para “sair do sufoco” e ajudar nas despesas mensais. O que deve ser lembrado é que com o início do pagamento das parcelas, o salário, já baixo, ficará ainda menor.

Apesar dos problemas citados acima, cada vez mais aposentados e pensionistas têm buscado este tipo de financiamento. Conforme mostrou a Tribuna de Limeira em sua última edição, em dois anos (2014 e 2015) 94.914 empréstimos, totalizando um montante de R$ 330.061.818,05, foram realizados, segundo dados da agência do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) de Limeira. Vale ressaltar que os números são referentes a pessoas atendidas na agência do INSS no município, ou seja, nem todos eles precisam, necessariamente, morar na cidade.

Ainda falando do empréstimo consignado, a ideia do ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, de liberar 10% do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) e da multa rescisória dos trabalhadores demitidos como garantia para a obtenção do empréstimo pode fazer muita gente a entrar numa dívida sem fim (leia mais nesta página). O dinheiro (FGTS e multa rescisória) que poderia ser usado pelo trabalhador em um momento de dificuldade (desemprego), seria menor e, além da dívida a ser paga, o indivíduo ficaria com menos recursos para sobreviver no período sem trabalho.

A medida do ministro – uma tentativa desesperada de se injetar dinheiro no mercado para amenizar a crise econômica – é vista com grande desconfiança por entidades sindicais. E com razão, já que aquilo que muitos enxergam como uma maneira de amenizar um momento de dificuldade financeira, pode se transformar em uma grande bola de neve.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*