Fora de Expediente

Fora de Expediente

Pode esquentar
Há correntes no PMDB interessadas em romper com a atual administração. Paulo Hadich (PSB) pode ficar em apuros se isso acontecer, principalmente por que o PT já não anda tanto a seu lado assim.

Ou até refrescar
Essa mesma corrente – e a informação é de gente de dentro do partido – poderia continuar no governo, caso Hadich entregasse ao partido três secretarias. Entre elas estariam a de Obras e Serviços Públicos e Mobilidade Urbana…

Exemplo federal
A exemplo do PMDB federal, do vice Michel Temer, o partido é louco por um carguinho extra. Tem vocação fisiológica para o poder. Não importa quem esteja no comando.

Pode azedar de…
… vez. Imaginem caros leitores, se o PT também resolver romper com o governo? Nas solenidades dificilmente o vice e petista Antonio Carlos Lima e o titular, Hadich, são vistos juntos… Enfim, em política o dia é noite e a noite é dia, então…

Clima pesado
O clima também não anda nada amistoso no próprio PSB de Hadich. Membros do partido – pró e contra o prefeito – têm discutido e trocado farpas publicamente através das redes sociais. Em episódio recente, um militante acusou assessor de Hadich de “desunir” o PSB em Limeira.

Força cerebral!
Na sessão de segunda-feira (15), ao defender seu projeto sobre o Dia da Salsa, o vereador André Tigrão (PMDB), sugeriu à Câmara instalar uma academia para os vereadores se exercitarem. Seria interessante uma academia para fortalecer cérebros.

Farid, o poeta
O vereador Farid Zaine (Pros) aproveitou o lançamento do projeto de lei de sua autoria, que determina a divulgação de poesias de artistas de Limeira nos veículos do transporte urbano da cidade, subiu no ônibus e participou de evento na garagem da Câmara.

Fiscalizando o transporte
Farid poderia aproveitar que sua ideia está em vigor e dar uma voltinha em algumas linhas de ônibus de Limeira no horário de pico e ouvir algumas reivindicações dos usuários referentes ao transporte coletivo na cidade.

O que vale é a intenção
Apesar de bem-intencionado e de promover a cultura e a leitura na cidade, vale uma reflexão sobre o projeto de Farid: será que cidadão que pega, em muitos casos, mais de um ônibus lotado para ir e voltar do trabalho todos os dias terá disposição ou mesmo condição de ler estes poemas?

Antonio Claudio Bontorim
Danilo Janine
redacao@tribunadelimeira.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*